Aracaju, 19 de janeiro de 2022

Fundeb: Sindseme cobrará pagamento em Estância e Arauá

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Sindicato dos Servidores Públicos de Estância e Arauá (Sindseme) acompanha com preocupação a informação de que todos os municípios sergipanos, em especial Estância e Arauá, terão sobras de recursos da Educação por meio do Novo Fundeb e do MDE.

A preocupação gira em torno da forma de aplicação desses recursos que “sobraram” no orçamento. Sindseme acredita que faltou planejamento, seja para valorizar os profissionais da educação, seja para reestruturar rede com instalações adequadas.

O sindicato tomou tal posição após estudo realizado pelo SINTESE, que exibe um saldo total de R$ 19.116.218,27 (19 milhões) em Estância e R$ 4.883.361,85 (4 milhões) em Arauá.

Em Estância o sindicato acompanha de perto a situação que atinge escolas e creches com estruturas físicas aquém do ideal, além de um frota de ônibus completamente sucateada, abrindo espaço para a terceirização do serviço.

Neste interim, o Sindseme se soma aos demais sindicatos de defesa dos trabalhadores e trabalhadoras da educação sergipana na mobilização das bases para que a sobra destes recursos seja rateada entre os profissionais.

Uma assembleia será convocada pelo sindicato afim de elucidar a questão e propor entre os membros a aprovação pela mobilização.

por Ascom Sindseme

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Operação policial para combater os jogos de azar termina com a prisão de 20 pessoas no município de Itabaiana nesta quarta
Universidade Federal vai exigir comprovante de vacinação para comunidade acadêmica
Prefeito de Salgado lamenta fechamento de fábrica e garante lutar por mais empregos
E-mail com alerta sobre pesquisa de intenção de voto para 2022 é falso, diz MPF/SE