Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Recesso nas conversas políticas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Diógenes Brayner[email protected]

Nesse período de final de ano – com o Natal e Ano Novo – a política se retrai, porque quem a pratica vai viver seu momento com a família e amigos. Mesmo assim, algumas poucas conversas de bastidores ainda surgem, mas sem causar surpresas, porque na verdade nada vai se direcionar para medida que promova, favoreça e provoque mudança no que está articulado até o momento. O quadro do momento é o senador Rogério Carvalho (PT) consciente de que será candidato a governador, mesmo que ocorram alguns senões entre integrantes do partido e, como de costume, no final todos se unem e cumprem a decisão da maioria.

A base aliada ao governador Belivaldo Chagas (PSD) está unida e conhece todos que se colocaram para escolha da maioria e ser o indicado. Nada está definido, mas cada um faz avaliação de quem será o candidato à sucessão, através da decisão de um bloco que será acatada e anunciada por Belivaldo. A base fará uma nova reunião, com participação dos nomes que se colocam à disposição e de outras liderança, entre o período de 15 a 20 de janeiro. Nada indica que dela sairá a “fumacinha branca”, mas certamente haverá uma sinalização que aproxime do provável nome que irá às urnas disputar a sucessão, com o apoio firme e sólido de lideranças da base governista.

Os demais blocos partidários se movimentam para a formação de composições, como é o caso do Cidadania e Podemos, que podem se compor e apresentar candidatos majoritários e proporcionais, tendo o senador Alessandro Vieira, que ainda pensa na terceira via, mas que tende a disputar o Governo, tendo a delegada Danielle Garcia para o Senado, mesmo que a direção nacional do seu partido a veja com melhores condições para a Câmara Federal. Ainda tem o PL, que pode se juntar ao PSDB e Patriotas para formação de chapas majoritárias e proporcionais. Tudo ainda na base do possível.

O próximo ano será de agitação em todas as bases político-partidárias, porque vão ocorrer disputas em todo o Brasil, provocando uma mudança ampla em toda estrutura do País – ou dando continuidade ao que resta de tudo que passou – embora não haja sentimento do eleitorado para preservar tanto horror que aconteceu este ano e que se manterá até a realização do pleito em outubro. Quando se decide se o melhor é mudar ou manter o status quo. O Brasil se diluiu neste período e se perdeu entre pandemias e salvação pela vacina quase proibida, dentro de um posicionamento que levou a quase 700 mil mortes provocadas pela Covid.

Tem a opção do retorno a tempos em que se punha em dúvida a honestidade do comando do País e, ainda, a novidade de um grupo que foi ao combate da corrupção e se perdeu em excessos do juridiquês, derrubando a imagem de um herói que teria cometido excessos. Enfim, a eleição do próximo ano, para presidente, passará por um julgamento severo de uma sociedade que está perdidas entre líderes que têm necessidade de provar que o inocente é aquele que melhor mostrar dados reais sobre isso. No final será um próximo ano, cheio de esperança e perspectiva, em que não se pode errar mais uma vez, diante de todo sofrimento e desgaste, sobre as opções apresentadas.

Para resumir é Natal e o momento é de recesso, como fará esta coluna a partir de amanhã, retornando na primeira semana de janeiro ou a qualquer momento se necessário.

Sobre o papo-reto

O governador Belivaldo Chagas (PSD), no papo reto de ontem, anunciou mais investimentos para o pró-rodovias e fez um balanço do que já foi construído durante o seu Governo.

*** Belivaldo também anunciou a convocação de 455 aprovados no concurso da polícia militar e 55 para o Corpo de Bombeiro.

*** O papo reto foi para mostrar trabalho realizado durante a gestão e anunciar projetos para fechar o seu período de Governo em 2022.

Nada sobre política

Belivaldo não falou sobre política, inclusive porque não era o momento, e deixou claro que é um assunto para se tratar em grupo mais adiante. O Papo Reto não era o momento.

*** Integrantes da base aliada já sabiam que política não pode se misturar com projeto administrativo.

*** Esperam que o assunto seja tratado em janeiro – entre os dias 15 e 20 – quando será realizada a segunda reunião do grupo de apoio ao Governo.

MDB com Fábio

O presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, e o líder do partido na Câmara Federal, Isnaldo Bulhões, já tiveram conversa demorada com o deputado Fábio Mitidieri (PSD), sobre eleições em Sergipe.

*** Os dois emedebistas também já tem agendado para o próximo ano um encontro com o governador Belivaldo Chagas (PSD) e o mesmo assunto está em pauta.

Câmara está em paz

O deputado Fábio Mitidieri (PSD) e o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) estão atuando juntos para “esfriar o clima” na Câmara Municipal, junto ao disposto presidente da Casa, Nitinho Vitale (PSD).

*** Com a conversa entre Mitidieri, Nitinho e Edvaldo a paz retornou: as emendas impositivas serão votadas para o orçamento de 2023.

*** Nesta quinta-feira todas as emendas serão votadas na Câmara Municipal.

Jackson está de volta

O ex-governador Jackson Barreto (MDB) está retornando aos poucos às suas atividades políticas, após algum tempo no mais profundo silêncio,

*** Ontem ele compareceu a solenidade no Conjunto José Eduardo Dutra, ao lado do governador Belivaldo Chagas. Inclusive fez discurso…

Verdadeiro genocídio

O senador Rogério Carvalho (PT) disse ontem que além de não ajudar a combater o vírus, “Bolsonaro estimulou aglomerações, criticou as medidas recomendadas pela ciência, como o uso de máscaras”.

*** Além disso, “boicotou o trabalho de prefeitos e governadores que tentaram colocar em prática as medidas sanitárias que salvaram vidas no mundo inteiro. Um verdadeiro genocídio”!

Não há negociação

O senador Alessandro Vieira (Cidadania), disse à reporte do UOL, que possui “excelente relação pessoal com Moro e Renata Abreu (presidente nacional do Podemos)”.

*** Mas enfatizou que “não existe negociação” entre o Cidadania e o Podemos. “As composições estaduais não têm nenhuma vinculação com o cenário nacional”, afirmou.

Habacuque no TCE

O jornalista Habacuque Villacorte se despediu ontem da Diretoria de Imprensa da Assembleia, onde exercia sua atividade por vários anos.

*** Bom profissional, Habacuque já foi convidado e vai ocupar a Diretoria de Comunicação do Tribunal de Contas. Assume em lugar do jornalista Theotônio Neto.

Virose ataca no interior

Em cidades do Interior de Sergipe, está ocorrendo um excesso de pessoas com virose, que lotam os Postos de Saúde.

*** Os sintomas da virose são: febre de até 40 graus, tosse, dor de cabeça e incontrolável diarreia.

Dominguinhos e PT

Ex-vereador Dominguinhos (PT), de Estância, disse ontem que o senador Rogério Carvalho (PT) se mantém firme no partido como candidato a governador do Estado.

*** Admite que o PT sempre foi um partido que indicou seus candidatos majoritários depois de discussões internas. Mas já está próximo ao entendimento e “só falta fumar o cachimbo da paz”.

*** Dominguinhos admite que Rogério Carvalho jamais deixará de disputar o Governo no próximo ano.

Apoio a Bolsonaro

Segundo o coronel Rocha, ontem foi realizado jantar de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que reuniu mais de 60 pessoas. Aconteceu no Cacique Chá, em Aracaju.

*** O jantar, considerado um encontro de direita, reuniu bolsonaristas da capital, reunindo lideranças das cidades de São Cristóvão, Socorro, Propriá, Glória, dentre outras localidades estaduais.

Giro pelas redes sociais

Carlos Ayres de Brito – Que a gente se recuse a embrutecer é tudo que a alma delicadamente nos suplica.

George S Patton – Tem um ladrão fichado concorrendo a presidência da República Federativa do Brasil, e tem gente achando legal e achando normal.

Fausto Macedo – Advogados vão à Comissão Interamericana de Direitos Humanos contra decisão de Fux, que barrou soltura de condenados por incêndio da Boate Kiss.

Metrópole – Em evento natalino com catadores de lixo, petista disse que é preciso “colocar o rico no imposto de renda e o pobre no orçamento”.

SBT News – Um trenó cheio de Papais Noéis foi recebido com hostilidade por moradores de Paraíso do Norte, no Paraná.

Kim D. Paim – Imagina explicar para os Petistas que o Lula se uniu com quem eles chamavam de golpistas por terem apoiado o impeachment da Dilma?

Jovem Pan News – Mais de 320 auditores da Receita Federal entregam cargos em protesto a corte de verbas.

Lula – A gente precisa humanizar o povo brasileiro. Precisamos tirar o ódio que está implantado nesse país como se fosse um tumor maligno. Precisamos extirpar isso e precisamos colocar alguém para cuidar do povo.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta
Aracaju recebe 21 mil testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde a pedido da FNP
Campanha de combate à Hanseníase oferece exames à população no Hospital Universitário