Aracaju, 19 de janeiro de 2022

Covid-19: Aracaju vacinou mais 11.550 pessoas nesta semana

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Entre os dias 20 e 23 de dezembro, a Prefeitura de Aracaju, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), vacinou 11.550 pessoas, e segue avançando com a campanha de imunização dos aracajuanos contra a covid-19.

Até o momento, 92,54% da população geral acima dos 12 anos está vacinada com a primeira dose, o que equivale a 520.664 pessoas. Com as duas doses, são 83,67% ou 470.784 indivíduos.

O cronograma segue direcionado à população adolescente com idade entre 12 e 17 anos, pessoas acima de 18 anos, gestantes, puérperas e lactantes, os inseridos na repescagem, além do adiantamento da segunda dose. Também está sendo aplicada a dose de reforço nos idosos, além dos imunossuprimidos 40+, e profissionais de saúde vacinados.

Quem tomou a vacina Janssen até 7 de julho, em Aracaju, já poderá receber a dose de reforço. Quem tomou a segunda dose de Pfizer, AstraZeneca ou CoronaVac há quatro meses já pode receber a terceira dose.

Faltosos

De acordo com a secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, que esteve na manhã desta sexta-feira, 23, acompanhando a vacinação no drive-thru do Parque da Sementeira, cerca de 45 mil pessoas ainda não foram tomar a segunda dose, percentual alarmante, já que a segunda dose garante maior maior efetividade na imunização.

“Na sua grande maioria, adolescentes entre 12 e 17 anos. Nós já estamos fazendo a segunda dose da Pfizer com 21 dias, então são pessoas que estão atrasadas. Também chama a atenção que temos cerca de 49 mil pessoas que estão no período de tomar a dose de reforço e que ainda não apareceram. Quem já completou quatro meses e que tomou a segunda dose ou dose única, já pode comparecer para tomar a dose de reforço”, alerta a gestora.

Diante desse percentual de faltosos, a secretária cobra mais consciência da população, e o sentimento de coletividade no enfrentamento à pandemia, a qual ainda não acabou.

“Fazemos um apelo para aquelas pessoas que já estão no período de tomar a dose de reforço, que elas apareçam, porque estamos vivendo num período ímpar. A pandemia não acabou. Nós estamos num momento melhor por conta da vacinação, mas ainda tem muita gente descoberta. Temos visto nos outros estados as pessoas que não tomaram a vacina se internando novamente, ou pessoas que só tomaram a primeira dose e não estão com seus ciclos completos. É preciso reforçar nosso sistema imunológico, porque estamos diante de um vírus agressivo, letal”, conclamou.

Cronograma especial

Em decorrência do decreto municipal n° 6.635, que declarou ponto facultativo nas repartições públicas municipais nos dias 24 e 31 de dezembro, vésperas de Natal e Ano Novo, respectivamente, a Prefeitura reprogramou os dias de aplicação dos imunizantes contra a covid-19 na capital.

Nesse sentido, os pontos não funcionarão nos dias 24 e 31 de dezembro. Sendo assim, os pontos param no dia 23 e voltam apenas no dia 27, em decorrência do Natal, e param no dia 31, retornando dia 3 de janeiro, em decorrência do ano novo.

“A vacinação segue até hoje. Amanhã é ponto facultativo e as unidades de saúde não vão funcionar para vacinação. Sábado e domingo também não haverá. Retornamos na segunda-feira, dia 27. De segunda até quinta, 30, nós estaremos funcionando das 8h às 16h, e quatro unidades até às 18h. Na sexta-feira, dia 31, bem como sábado, 1, e domingo, 2, nós também vamos paralisar a vacinação. Retornaremos no dia 3, sempre nos dias úteis”, disse a secretária.

Durante os dias de aplicação, as vacinas serão administradas nas unidades básicas de Saúde (UBSs) Francisco Fonseca, Onésimo Pinto Marx de Carvalho e Augusto Franco, das 8h às 18h; nas demais UBSs, das 8h às 16h; e no drive-thru do Parque da Sementeira, das 8h às 13h.

Nas férias escolares, os pontos nas escolas também ficarão desativados, e devem voltar às atividades em janeiro, com data ainda a ser definida. Já o carro da vacina funcionará de 27 a 30 de dezembro e voltará a funcionar a partir do dia 3 de janeiro.

Vacina, ‘sim’

Maria Cavalcante da Silva Pereira, de 58 anos, tomou a terceira dose na Unidade Básica de Saúde (UBS) Edézio Vieira de Melo, situada no bairro Siqueira Campos. “É muito importante a vacina. Recomendo a todos que venham tomar. Sou a favor. Se tiver a quarta, a quinta, o que tiver, eu venho tomar, sem medo, e com o maior prazer. Vacina, sim!”, exclamou

No drive da Sementeira, a aposentada Juciara Maria Silva Teles, 61, disse com orgulho que tomou a dose de reforço. “Tomei o reforço hoje. É muito importante tomar a vacina, para tranquilidade minha e de todos. Inclusive, a minha estava até atrasada, por conta da epidemia de gripe e não pude vir na data certa, mas eu estou muito feliz. É menos preocupação para gente e para quem está perto da gente. Ainda existem pessoas que não estão vindo tomar a segunda nem o reforço, e isso não pode acontecer”, destacou.

Na UBS do Augusto Franco, Magno Grave Ferreira, 46, foi imunizado com a segunda dose. “A vacina é muito importante, principalmente por conta das variantes que estão aqui. É importante que todos venham se vacinar. Vamos tentar voltar à vida, mais ou menos, normal e vou continuar com todos os protocolos, como uso de máscara”, relatou.

Fonte e foto SMS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Universidade Federal vai exigir comprovante de vacinação para comunidade acadêmica
Prefeito de Salgado lamenta fechamento de fábrica e garante lutar por mais empregos
E-mail com alerta sobre pesquisa de intenção de voto para 2022 é falso, diz MPF/SE
Sesc monta central de Relacionamento na CDL de Itabaiana