Aracaju, 21 de janeiro de 2022

Dr. Samuel manifesta preocupação com o aumento de casos de Influenza em Sergipe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O deputado estadual Dr. Samuel Carvalho (Cidadania) demonstrou preocupação com o crescente número de casos da Gripe Influenza A H3N2 em todo estado de Sergipe.

O parlamentar afirmou que além da intensificação de ações por parte do Governo do Estado, se faz necessário que a população redobre os cuidados para evitar a propagação do vírus.

“Aprendemos algo importante durante a pandemia de covid-19, que é lavar bem as mãos e nos manter em isolamento quando há sintomas gripais. Portanto, a gente precisa redobrar esses cuidados porque além do coronavírus, agora temos essa epidemia de Influenza, que tem provocado uma procura muito alta no serviço público de saúde”, disse ele.

Dr. Samuel também destacou a importância da aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 e a vacina da gripe. Segundo ele, os dois processos de vacinação garantem uma maior segurança para a população e ajudam a evitar transmissão dos dois vírus.

“São dois vírus que circulam com muita rapidez e muita intensidade. Se não nos vacinarmos, poderemos transmitir qualquer desses dois vírus e provocar a morte de pessoas queridas como pais e avós que estão próximos de nós”, explicou.

Vale lembrar que o aumento exponencial de casos da gripe Influenza A H3N2 em Sergipe traz um alerta à população para adotar os cuidados preventivos contra o vírus que tem se espalhado por todo Estado. O uso de máscara, a higienização das mãos e superfícies, e manter o distanciamento social são atitudes que evitam o contágio.

Fonte e foto assessoria

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Flash Político: Mitidieri disputa Governo e admite que perto da decisão haja inquietação
Confira programação e horário de testagem nas UBSs e bairros de Aracaju
E-commerce do Supertem se consolida como líder no mercado sergipano
Gestores sergipanos têm até 30 de janeiro para enviar informações ao TCE