Aracaju, 28 de janeiro de 2022

Energisa alerta sobre brincadeira com pipas próximo à rede elétrica

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A recomendação é de não empinar as pipas em áreas urbanas

Nas férias, empinar pipas é uma brincadeira muito comum. Pode parecer uma atividade inofensiva, mas quando realizada próximo à rede elétrica pode trazer riscos. A Energisa orienta que a atividade não seja realizada em áreas urbanas para evitar acidentes e interrupção no fornecimento de energia elétrica.

Em 2021, foram registradas em Sergipe 135 ocorrências de pipas na rede elétrica, uma redução de 28% quando comparado ao de 2020 que foram registradas 187 ocorrências. Mesmo com a redução, apenas no ano de 2021, ainda poderiam ter sido evitadas a interrupção no fornecimento para 134 mil clientes entre residências, escolas, comércios e hospitais. O maior número de ocorrências de pipas na rede foi registrado no mês de julho, mês que coincide com o período das férias escolares.

Aracaju é a cidade que registra o maior número de ocorrências, seguida da cidade de Nossa Senhora do Socorro, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão, Itabaiana, Ilha das Flores, Itaporanga e Lagarto. Os principais bairros que se destacam na capital sergipana são: Cidade Nova, Soledade, Bugio, Olaria e Santa Maria.

“A redução no número de ocorrências se deve a uma maior conscientização da população, bem como das ações junto à comunidade assim como a realização mais frequente de retirada das pipas nos trechos com maior incidência de ocorrências”, explica o gerente do Departamento de Operações da Energisa em Sergipe, Daniel Flor.

Para que não haja riscos à segurança e ao fornecimento de energia, alguns cuidados precisam ser adotados. Daniel Flor orienta que além da atenção do local para soltar a pipa, nunca devem ser utilizados cerol ou linha chilena pelo risco de choque elétrico e pode causar acidentes fatais, a exemplo dos motociclistas e ciclistas.

“Uma outra recomendação é que as pessoas jamais devem tentar retirar as pipas presas em postes ou na fiação, ao tentar retirá-las forçando a rede ou mesmo tentando retirá-las com outros objetos, pois os riscos de um acidente são ainda maiores. Caso a pipa fique presa na rede, deve-se acionar a Energisa o mais rápido possível por meio dos nossos canais para evitar acidentes. Apenas os profissionais autorizados pela Energisa, devidamente treinados e com equipamentos de proteção adequados, podem fazer a manutenção na rede elétrica”, afirma Daniel.

Orientações de segurança

– Jamais solte pipa próximo em áreas urbanas;

– Nunca use fios metálicos nem papel laminado para confeccionar a pipa, pois eles são como condutores de energia e podem causar choques fatais;

– Não use cerol. Além do risco de ferir ou mesmo matar, o cerol danifica os fios de energia;

– Se a pipa enroscar na rede elétrica, acione a Energisa. Apenas profissionais autorizados pela empresa, munidos de todos os itens de segurança e treinamentos necessários, podem fazer a manutenção na rede elétrica;

– Não solte pipas em dias de chuva ou vento muito forte. Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente;

– Alerte outras pessoas sobre o risco de soltar pipas sem os devidos cuidados. A conscientização é fundamental para reduzir transtornos e acidentes.

Canais de atendimento

WhatsApp (Gisa): (79) 9 8101-0715

Aplicativo Energisa On (disponível no Google Play ou App Store do celular)

Site: energisa.com.br

Call Center: 0800 079 0196

Foto assessoria

Por Adriana Freitas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

TJSE restringe atividades presenciais com rodízio de 50% dos servidores até 06 de março
Dia da Visibilidade Trans marca ações da mandata de Linda Brasil
“É enfim mais um passo pela garantia do direito do povo à saúde”, diz Gracinha Garcez sobre reinauguração no Cirurgia
Ação de vândalos compromete abastecimento de água em Feira Nova e Nossa Senhora da Glória