Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Picado pela “mosca azul”, Edvaldo agora quer indicar a vice-governadora 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ao fazer uma síntese do momento político atual em Sergipe no programa R3Cast, que traz uma proposta nova de podcast no Youtube, num debate interessante com os jornalistas Nubem Bonfim e Wilker Lima, este colunista respondeu a questionamentos sobre a sucessão do governador Belivaldo Chagas (PSD), em especial sobre quem deverá ser o nome “escolhido” pela base governista para disputar a eleição de governo em 2022.

O titular deste espaço “cravou” um encaminhamento (pela capilaridade atual) do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), mas também recordou de um dos poemas de Machado de Assis. Mais precisamente a obra “MOSCA AZUL”, onde o poeta nacional quis expor que o homem (personagem do poema) viu na mosca o seu reflexo, projetando sua própria vaidade. Por isso, no adágio popular, existe o ditado: “foi picado pela mosca azul”, numa alusão a uma espécie de “obsessão” pelo poder e glória.

Trazendo a reflexão para os dias atuais, não é exagero algum falar que o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), se “encaixava bem” neste poema. Sua postura como homem público e membro de um agrupamento político mudou completamente. Eleitos em 2016 e reeleito em 2020 graças a força do grupo, o pedetista esquece que, da outra vez em que foi “picado pelo inseto”, ficou quatro anos sem conseguir mandatos eletivos, e só não foi para o “ostracismo” graças aos líderes do grupo que compõe.

E, justiça seja feita, Edvaldo tem todo o direito democrático de pleitear qualquer função pública; faz parte da democracia! Mas sua postura também não tem sido correta com seus aliados. Ele já vem sendo muito bem contemplado, politicamente falando; inclusive suas gestões vêm sendo ajudada com recursos federais, com emendas dos aliados e, até, de alguns adversários. Mas, mesmo sem qualquer habilidade política, sem nenhuma construção de base, o prefeito “entendeu” que devia ser governador.

Edvaldo foi logo “rechaçado” por muitos líderes e liderados do seu próprio agrupamento; criou uma instabilidade em sua própria base aliada na Câmara Municipal de Aracaju. A turma entende que ele já vem sendo muito bem contemplado, e não o quer disputando o governo. Em especial a maioria do interior, que gosta de apoiar e votar em um candidato que se identifica, que confia. Em gente que “tem palavra” e “honra seus compromissos”.

“Picado pela Mosca Azul”, mas sem prestígio para levar a frente um projeto de governo, mesmo com o “velho marketing” atuando, agora ele sinaliza para um “recuo”, mas suas pretensões ainda são grandes: quer indicar um nome na chapa majoritária, quer a vice-governadoria em troca do apoio político em 2022. Logo ele que, em 2016 e 2020, foi praticamente “carregado” por seus aliados para emergir. É a “Mosca” e o “Poder”, “aprisionados” na mente e no coração de Edvaldo. Salve, salve Machado de Assis…

Veja essa!

Este colunista já cobrou em outras oportunidades e vai repetir: cadê o Ministério Público Estadual que não fiscaliza as feiras livres de Aracaju? Com a justificativa de “padronização”, os contratos das feiras foram revistos e alterados, mas o uso de freezers, por exemplo, para a conservação e preservação de alimentos, continua irregular. E isso em tempos de pandemia. Imagine, viu!

E essa!

E quando este colunista se refere sobre as feiras livres, ele reforça que a fiscalização não deve fiscalizar apenas as feiras organizadas pela Emsurb, mas também as feiras “privadas”, que estão tomando conta de Aracaju, possivelmente com alguma regulamentação. Com o retorno das atividades presenciais, bem que o MPE poderia aparecer, de vez em quando, para trabalhar…

Soutelo I

O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE) registra enorme pesar pelo falecimento do professor e cerimonialista Luiz Fernando Ribeiro Soutelo, aos 72 anos, na manhã de segunda-feira (3). Ele nasceu no Rio de Janeiro (RJ), mas criou uma relação muito afetiva com o município sergipano de Santa Luzia do Itanhy.

Soutelo II

Homem público bastante atuante, Luiz Soutelo tem um legado de serviços prestados ao Estado de Sergipe, com passagens por vários governos e na Prefeitura de Aracaju. Dentre as várias atividades públicas que exerceu, foi presidente do Conselho Estadual de Cultura e era secretário do Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe.

Soutelo III

Soutelo estava internado há alguns dias em um hospital de Aracaju e ele lutava contra um câncer nos pulmões. Seu corpo será velado na Sala dos Fundadores da Academia Sergipana de Letras. O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Flávio Conceição, externou sua consternação pelo falecimento e se solidarizou com familiares e amigos do professor naquele momento de dor e sofrimento.

Flávio Conceição

Falando nele, sua gestão a frente no TCE/SE se iniciou na segunda (3). A nova Mesa Diretora da Corte para o biênio 2022/2023 tem ainda os conselheiros Ulices Andrade e Angélica Guimarães nas funções de vice-presidente e corregedor-geral, respectivamente. Ao assumir o cargo, o novo presidente esteve reunido com diretores e integrantes do corpo técnico da Casa, quando reiterou sua meta de uma gestão focada na capacitação e no controle preventivo, além da preocupação contínua com as fiscalizações e apreciações de contas públicas.

OAB/SE

Aconteceu a solenidade de posse da Diretoria da OAB/SE, Conselho Seccional e da Diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados de Sergipe (CAASE) para o triênio 2022-2024. A OAB passa a ser presidida pelo advogado Danniel Alves Costa, tendo como vice-presidente Lethicia Mothé Barreto; secretário geral Nilton Lacerda da Silva Filho; secretária adjunta Clara Arlene Ferreira da Conceição; diretor tesoureiro Ismar Ramos Filho.

Empossados

Também tomaram posse os novos diretores da CAASE, estando na presidência, Marília de Almeida Menezes; vice-presidente Ricard Cezar Nascimento de Oliveira; secretário geral Gabriel Yuri Alves Mury de Barros; secretária geral adjunta Ana Carolina Teixeira Mota; e Tesoureiro Alceu Castro Ivo.

Comissões Permanentes

Na oportunidade também foram eleitas as diretorias das Comissões Permanentes da Ordem. O presidente empossado reafirmou em seu discurso o compromisso com a defesa da advocacia para resgatar o respeito e o protagonismo da OAB em Sergipe. “Não podemos mudar o passado, mas juntos vamos transformar o futuro porque o trabalho coletivo e participativo será o alicerce dessa nova união”, afirma Danniel Costa.

Compromissos

Ele também destacou algumas medidas essenciais que serão executadas pela nova diretoria no triênio, como a defesa incansável das prerrogativas, com a adoção de medidas legais cabíveis contra autoridades que violarem os direitos da categoria; revisão da anuidade; melhorias para a advocacia dativa; incentivos à jovem advocacia e à advocacia sênior, através de cursos, programas e participação total na OAB; cuidado e atenção necessária com as políticas de minorias, entre outras.

Alese I

Os deputados aprovaram o Projeto de Lei (PL), nº 336/2021, de autoria do Governo do Estado, que estabelece regras básicas para a seleção de dirigentes de Diretorias de Educação e de Escolas da Rede Pública Estadual de Sergipe. Segundo justifica o Governo, a iniciativa atende ao regulamentado pela Lei do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), instituído pela Lei (Federal) n° 14.113, de 25 de dezembro de 2020.

Alese II

O Poder Executivo destacou que “o projeto reconhece que educação pública de qualidade exige gestão técnica, qualificada e dedicada a obter os resultados que promovem o desenvolvimento do estudante para o exercício pleno da cidadania, e, também, consolida no Estado a diretriz de Educação como política de Estado”.

Kitty Lima I

O caso de agressão a um motoboy em Aracaju por policiais militares, ocorrido no último dia 21 deixou toda a população sergipana perplexa com a brutalidade da abordagem. Indignada, a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania), que também é presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania da Alese, recebeu em seu gabinete o motoboy Abraão Tavares de Menezes para prestar solidariedade e apoio na cobrança à PM/SE quanto à apuração dos fatos e punição dos agressores envolvidos.

Kitty Lima II

Acompanhado de seu advogado e do dono do estabelecimento para o qual trabalha, Abraão contou à deputada detalhes do que teria ocorrido durante a abordagem. Mesmo sem esboçar qualquer reação, relembra o motoboy, ele foi agredido gratuitamente por dois policiais que realizaram a abordagem no momento em que saia para fazer uma entrega. Para Kitty Lima, a ação violenta mostra o despreparo de policiais que fogem totalmente aos valores da PM de proteger e dar segurança à população.

Kitty Lima III

“Como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, reforcei meu compromisso em acompanhar de perto a investigação da Polícia Militar, juntamente com a OAB, e exigir que a lei seja cumprida. Espero que esse episódio sirva para abrir os olhos de todos para a situação da segurança pública em Sergipe, que tem demonstrado despreparo de alguns policiais que envergonham os homens e mulheres da corporação que vivem diariamente a missão de defender a população sergipana com suas próprias vidas”, desabafou Kitty.

Maria Mendonça I

No Dia Mundial do Braille, a deputada estadual Maria Mendonça (PSDB) destacou a importância da inclusão social como fator de dignidade aos indivíduos. “O incluir nos remete à sensação de pertencimento”, declarou, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, ressaltando o seu desejo de que todas as pessoas possam se sentir incluídas no meio em que vivem e onde quer que pretendam ir.

Maria Mendonça II

Para a deputada, o acesso à informação e ao conhecimento é um direito de todos. Neste sentido, a parlamentar destacou que propôs, ao longo dos seus mandatos, diversas proposituras voltadas à essa causa.  Maria citou como exemplo, a Indicação, através da qual, sugere que o Governo do Estado e a Prefeitura de Aracaju adotem medidas necessárias visando a instalação de placas em Braille, com as respectivas tabelas de horários e itinerários das linhas de ônibus. A proposta, também, contempla a colocação de mapa tátil nos terminais e pontos de ônibus.

Zezinho Sobral I

As emendas impositivas destinadas pelo deputado estadual Zezinho Sobral (Pode) para atender as comunidades dos municípios sergipanos já estão prontas. Com o objetivo de fortalecer as ações de saúde do município de Laranjeiras e sempre atento aos pleitos dos moradores, Sobral destinou R$ 130 mil para a compra de uma ambulância equipada para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192 Sergipe).

Zezinho Sobral II

Na opinião do deputado, o objetivo das emendas é garantir que sejam aplicadas no atendimento às necessidades da população. “Construímos nossas emendas a partir do diálogo e da identificação de demandas in loco. Sem dúvida, ajudarão no cuidado com as pessoas e no aprimoramento dos serviços prestados. O investimento é direcionado à Secretaria de Estado da Saúde para que seja feita a aquisição do veículo”, explicou Zezinho Sobral.

Zezinho Sobral III

Esta será a segunda viatura do SAMU viabilizada pelo deputado Zezinho Sobral para o município de Laranjeiras. A primeira foi em 2019, quando o parlamentar apresentou na Assembleia Legislativa a Indicação nº 280/2019 solicitando ao Governo de Sergipe, através da SES, uma Unidade de Suporte Básico (UBS). Com o pleito atendido à época, Sobral acompanhou a chegada da ambulância à nova base do serviço no município, situada na Unidade Básica de Saúde Antônio Menezes Leite.

Corretores I

A nova gestão do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe assumiu com a presença de diretores e colaboradores da instituição. O presidente André Cardoso deu as boas-vindas a todos e, em seu primeiro discurso, destacou que seu compromisso com o Conselho implica trabalhar para garantir o que foi apresentado no período de campanha: uma gestão participativa, inclusiva, transparente, eficiente e moderna.

Corretores II

“Trabalhar por um Creci que, de fato, represente a categoria, proteja a sociedade e que ofereça as melhores condições de trabalho possíveis aos colaboradores”, pontuou André Cardoso. Emocionado, o presidente frisou que não será uma trajetória fácil, mas unindo forças, com diálogo e muito trabalho, é possível reerguer o Creci Sergipe e fortalecer esta que precisa ser a verdadeira Casa do Corretor de Imóveis.

Nova gestão

“Este dia 3 de janeiro de 2022 sela o início de uma gestão feita por corretores, com corretores e para corretores. Corretores que trabalham, que se aprimoram, que sabem que merecem um Conselho de Classe atuante e que preza o coletivo”. Na oportunidade, os novos diretores também foram apresentados aos colaboradores. No portal eletrônico do Creci Sergipe, que já foi reformulado a fim de ficar mais objetivo, moderno e intuitivo, é possível conferir todos os integrantes do Conselho, bem como das diretorias desta gestão 2022-2024.

Alô Siriri!

O prefeito Zé Rosa afirmou que a sua gestão é de austeridade, que sempre foi de compromisso com a população, com o funcionalismo e com os fornecedores. “Estamos realizando um trabalho constante nas localidades, com obras e atendimentos. Esse ano, zeramos todas as dívidas, inclusive com fornecedores. Pagamos a segunda parcela do décimo terceiro no dia 09 de dezembro e os salários no dia 23, antes do Natal”, detalhou o prefeito. A Prefeitura de Siriri também é uma das poucas que conseguiu zerar a folha de pagamentos, inclusive antecipando os pagamentos do INSS e do FGTS que venceriam em janeiro, mas que são correspondentes a 2021.

Doação à sergipana

Um grupo de voluntários chamado Marcha da Família Cristã pela Liberdade iniciou uma campanha em Sergipe para arrecadar donativos para a população atingida pelos alagamentos no sul da Bahia. O grupo está disponibilizando um caminhão para levar todas as doações coletadas na próxima segunda-feira (10), para a cidade de Itabuna, onde foi montado um centro de recebimento dos donativos.

Reconstrução

Estima-se que cerca de 40 mil pessoas foram atingidas pelas fortes chuvas que atingiram a região baiana ao final do ano. Muitas só tiveram tempo de sair da casa com a própria roupa no corpo, e perderam todos os seus bens residenciais e até os seus comércios. Muitas famílias precisarão reconstruir as suas vidas do zero.

Voluntários

Diante disto, voluntários da Marcha da Família formaram uma força-tarefa de solidariedade a esta região com bases na capital baiana e na cidade de Itabuna, e demais pontos de apoio em Minas Gerais e em Aracaju. Estas bases organizarão a recepção de doações financeiras ou de donativos para serem integralmente destinados àquela população.

No CIC

Em Sergipe, a arrecadação está sendo concentrada no Centro de Convenções, uma região com facilidade tanto para quem vai de ônibus quanto para quem vai de carro. Estão sendo recebidos alimentos, roupas, lençóis, colchões, epi´s e remédios. Quem não puder entregar a doação poderá também fazer a ajuda em dinheiro através do PIX criado especificamente para esta finalidade, na conta corrente oficial da instituição.

Lúcio Flávio Rocha

O Coordenador da Marcha da Família, o publicitário Lúcio Flávio Rocha, já comemora os resultados da ação mesmo ainda em seu lançamento. Ele afirma: “A campanha mal começou e já está sendo um grande sucesso. Conseguimos o caminhão para envio das doações, conseguimos o espaço para arrecadação e já contabilizamos uma tonelada só de alimentos doados em menos de 24 horas de campanha lançada. Sergipe vai dar um grande exemplo de solidariedade com os irmãos da Bahia em um momento tão difícil na vida deles. Convido a todos que possam fazer parte desta linda ação doando no Centro de Convenções ou doando através do Pix”.

Sem burocracia

Mais uma vez Sergipe é referência no país em desburocratizar o ambiente de negócios. Enquanto no Brasil o tempo médio para abrir uma empresa é de 2 dias e 7 horas, o estado sergipano encerrou o mês de dezembro com o menor período já computado: 19 horas. Pelo terceiro mês consecutivo, o estado foi destaque pela agilidade no registro e abertura de novas empresas. Os dados são da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM).

Junta Comercial

Em 2021, 5.399 empresas foram constituídas; desse valor, 4.624 foram abertas em questão de segundos pela categoria de deferimento automático – o equivalente a um aumento de 22% em relação a 2020, que abriu 4.238 empresas. A Junta Comercial de Sergipe (Jucese) também é referência em atuação. Em dezembro, o órgão responsável pelo registro de empresas levou em média 3 horas para registrar uma nova empresa na sua base dados, permanecendo no primeiro lugar como a Junta Comercial mais rápida do país.

Alô Monte Alegre!

Vereadores do município vão representar civilmente e criminalmente o Presidente da Câmara por suspeita de fraude no processo que convoca a antecipação da eleição da Mesa Diretora, e por apresentar chapa contrariando a lei orgânica. As ações serão assinadas pelos vereadores Ariosvaldo Dantas (MDB), Eliana Alves de Freitas (PL), Roberto Fonseca lima (PP), Renaldo Henrique dos Santos (PSD) e Odlavineg Feitosa de Lima (MDB).

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Famílias da zona rural recebem subsídio pra comprar imóveis, Em Sergipe, foram 8 contratos que somaram R$ 627 mil
Secretaria de Estado da Saúde recebe 48.550 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta quinta
Aracaju recebe 21 mil testes rápidos enviados pelo Ministério da Saúde a pedido da FNP
Campanha de combate à Hanseníase oferece exames à população no Hospital Universitário