Aracaju, 29 de janeiro de 2022

Feiras estão adequadas à venda de produtos de origem animal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Em agosto de 2020, o Ministério Público Estadual (MPE/SE), por meio da Promotoria de Justiça do Consumidor, e a Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb) assinaram um Termo de Ajustamento para adequação das feiras livres da capital. Desde então, a empresa municipal atuou para só permitir o funcionamento das feiras que estivessem comercializando produtos de origem animal com a correta refrigeração.

E, nesta sexta-feira, 7, seguindo as recomendações do MP, dos órgãos sanitários e do seu próprio planejamento, alinhado às condições disponibilizadas por outros serviços, a exemplo do reforço da rede elétrica da área pela empresa Energisa, a Prefeitura de Aracaju retomou o funcionamento da feira do conjunto Agamenon Magalhães, no bairro José Conrado de Araújo. Porém, desta vez, em novo espaço da avenida São Paulo, nas proximidades da avenida Maranhão, e com o formato que tanto tem agradado a população aracajuana.

Desta forma, todas as 28 feiras livres da cidade, de responsabilidade da Prefeitura, passam a funcionar adequadamente. No Agamenon, a instalação e o posicionamento de 320 bancas novas para cereais e hortifruti e 80 balcões frigoríficos, entre outras estruturas, foram aprovados por feirantes e consumidores.

“Ficou melhor pra gente, ali estava mais apertado, agora a feira ficou até mais segura. Acredito que vai aumentar o fluxo de consumidores, estou torcendo para que isso aconteça. Está aprovada sim, ficou melhor”, disse o feirante Cristiano Silva.

“Sou feirante aqui há 18 anos. Achei ótima essa mudança, ficou mais organizada, espaçosa e segura. Está aprovada”, comemorou Maria Silva. A consumidora Virgínia Andrade ressaltou a importância dos produtos de origem animal estarem bem acondicionados. “As carnes não ficam mais em cima das bancas, estão nos freezers. Isso significa mais saúde e menos bagunça”.

Já Jessica Rezende, que acompanhava o pai, Walmir Dário da Silva nas compras do dia, observou que o espaço se tornou mais agradável para se locomover. “Está mais agradável, no espaço anterior a feira parecia mais longa e se tornava bem cansativa”.

“Toda sexta-feira, faço compras aqui na feira do Agamenon e gostei muito das mudanças que encontrei hoje, inclusive do novo espaço. O local de antes tinha uma escola bem perto, passava muito carro e ficava tudo muito apertado”, completou Jailton Góes, o Jajá do Churrasquinho.

Feiras

Para ter acesso À relação das feiras livres da capital, administradas pela Prefeitura de Aracaju, acesse www.aracaju.se.gov.br ou @emsurb no Instagram.

Fotos: Felipe Goettenauer

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Lula recebe Rogério e diz que terá apenas um palanque em Sergipe e esse palanque será do PT
Estância: reforma do estádio Francão está sem previsão para começar
TJSE restringe atividades presenciais com rodízio de 50% dos servidores até 06 de março
Dia da Visibilidade Trans marca ações da mandata de Linda Brasil