Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Folha de São Paulo destaca redução da pobreza em Sergipe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Redução da pobreza em Sergipe foi de 8,9 %, bem acima da média nacional que ficou em 1,8%

Sergipe, mais uma vez, ganhou destaque nacional pela redução da pobreza no estado entre os anos de 2019 e 2020. No último sábado (08), o jornalista Elio Gaspari, em sua coluna na Folha de São Paulo, ressaltou os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que posiciona Sergipe com a maior redução da pobreza do país. “Em Sergipe, governado por Belivaldo Chagas Silva, a queda foi de 8,9 pontos”, publicou o colunista.

De acordo com Belivaldo Chagas, o desempenho é fruto de planejamento que possibilitou a chegada de ajuda aos que mais precisam.  “Alcançamos a redução de 8,9 %, bem acima da média nacional que ficou em 1,8%. Esse resultado mostra a efetividade das nossas políticas sociais de combate à pobreza, implantadas desde o primeiro dia de gestão e que só avançaram apesar da pandemia. Tudo para garantir cidadania, promoção de direitos e comida na mesa de todos os sergipanos”, afirmou o governador.

Em dezembro de 2021, a redução do índice sergipano também foi destaque na coluna Congresso em Foco, do Portal Uol.

Ações

Nos últimos anos, o Governo do Estado tem promovido diversas ações voltadas ao combate à pobreza, e recebido reconhecimento por elas. No primeiro semestre de 2021, o estado foi citado pelo jornal O Globo como um dos que mais disponibilizaram recursos de auxílio à população durante a pandemia da Covid-19. Dentre os programas destacados, está o Cartão Mais Inclusão, criado para combater a insegurança alimentar e nutricional de famílias em situação de extrema pobreza. O CMais atende a cerca de 20 mil famílias sergipanas, com investimentos de cerca de R$ 40 milhões desde a criação, em abril de 2020.

E o Estado de Sergipe vem ampliando as ações na área. Em outubro de 2021, o governador Belivaldo Chagas sancionou a Lei de número 8.910/21, que cria o ‘Cartão Mais Inclusão – CMais Sergipe Acolhe’. Essa outra vertente do CMais, é destinada aos órfãos da Covid-19 e visa o pagamento mensal de um auxílio de R$ 500, até o alcance da maioridade civil, para crianças e adolescentes em situação de orfandade, bilateral ou de famílias monoparentais, em decorrência da pandemia de Covid-19 em Sergipe. Além do pagamento, serão somadas ações integradas de identificação, acolhimento e amparo. O benefício pode ser requerido através das gestões municipais de Assistência Social e da sociedade em geral, através de link de requerimento disponível no site: www.inclusao.se.gov.br. No site, consta também o Manual que dispõe sobre os requisitos para acesso ao programa.

Ainda em 2021, o Programa Mão Amiga – Pró-Sertão Bacia Leiteira também foi criado com o objetivo de fornecer auxílio às famílias inseridas na cadeia produtiva do leite, prejudicada com os efeitos da seca. O projeto contempla o pagamento de quatro parcelas, no valor de R$ 250 cada, para aproximadamente de 3,7 mil famílias cadastradas.

Já em dezembro do ano passado, o governador Belivaldo Chagas sancionou o Cartão Mais Inclusão Sergipe Pela Infância, destinado às famílias socialmente vulneráveis inseridas no Cadastro Único, que tenham crianças de até três anos e não estejam recebendo outro benefício da mesma fonte. O Governo do Estado já realizou entrega de cartões em 67 municípios sergipanos, concretizando uma das ações estruturantes do Programa Sergipe Pela Infância (PSPI). Mais de 800 famílias já receberam a primeira parcela do benefício no valor de R$ 130.

Foto: Ascom/Seias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sisters conversam sobre romances no BBB 22, e Natália dispara: ‘Povo meio ruim de jogo!’
Murilo Huff abriu mão da tutela de bens do filho com Marília Mendonça
Polícia do Rio já chegou a suposto autor de ameaças racistas contra Douglas Silva
Flash político: Belivaldo confirma conversa com Lula, mas não falou sobre eleições em Sergipe