Aracaju, 29 de janeiro de 2022

Movimento Polícia Unida: Policiais civis de Sergipe decidem cruzar os braços por 12 horas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os  policiais civis de Sergipe, integrante do Movimento Policia Unida, aprovaram em assembléia realizada nesta terça-feira (11)  uma paralisação por 12 horas, em protesto contra a falta de diálogo do governo, que segundo a categoria, se recusa em pagar o adicional de periculosidade à categoria.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) Adriano Bandeira disse que “tentamos de todas as formas dialogar com o governador Belivaldo Chagas (PSD), mas ele tem se mantido irredutível”.

Logo após a decisão, os agentes da SSP se dirigiram para a Central de Flagrantes de Aracaju, onde permanecerão de braços cruzados.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Lula recebe Rogério e diz que terá apenas um palanque em Sergipe e esse palanque será do PT
Estância: reforma do estádio Francão está sem previsão para começar
TJSE restringe atividades presenciais com rodízio de 50% dos servidores até 06 de março
Dia da Visibilidade Trans marca ações da mandata de Linda Brasil