Aracaju, 27 de janeiro de 2022

Aracaju mantém regras para realização de eventos na cidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeito Edvaldo Nogueira, assinou, nesta quinta-feira, 13, o decreto 6.666/22, que estabelece as medidas de enfrentamento à covid-19 na capital sergipana, com as definições para a realização de eventos na cidade. Pelo documento, que se adequa às determinações do governo estadual, fica permitido o limite máximo de 5 mil pessoas, em espaços abertos, e 3 mil, em ambientes fechados, para eventos de lazer coletivos. O decreto municipal inclui, ainda, a decisão tomada pelo Comitê de Operações Emergenciais (COE), na quinta-feira, 12, proibindo a realização de eventos públicos pré-carnavalescos  e carnavalescos na cidade.

“Temos analisado constantemente os dados epidemiológicos do município, assim como o comportamento da doença e a disseminação da variante Ômicron pelo país, com casos confirmados em nossa capital, neste sentido, decidimos pela manutenção da capacidade do limite máximo de pessoas em eventos realizados em Aracaju. Lembrando que é obrigatório o cumprimento dos protocolos sanitários, estabelecidos pelos órgãos fiscalizadores. Além disso, mesmo Aracaju não tendo como tradição grandes eventos carnavalescos, já nos antecipamos e decidimos que não autorizaremos os blocos e prévias que costumam ocorrer nos bairros da cidade, como forma de conter o avanço da doença”, destacou Edvaldo.

Capacidade máxima

Pelo decreto municipal, fica autorizada a realização de eventos sociais, culturais, corporativos, científicos, esportivos (com exceção ao futebol profissional) e de lazer coletivos, como shows, casamentos, formaturas, blocos e similares, com até 5 mil pessoas em ambientes externos e 3 mil em locais fechados. Para a realização, os organizadores devem solicitar aprovação de projeto específico, junto à Secretaria de Estado da Saúde, independente do quantitativo de participantes. Além disso, é obrigatório o cumprimento dos protocolos sanitários, publicados pela Secretaria de Estado de Saúde

A nova resolução mantém, ainda, a obrigatoriedade do cumprimento de protocolos sanitários e a necessidade de comprovação da vacinação completa ou teste antígeno negativo, com até 48 horas de realização, para acesso aos locais.

Para os jogos de futebol profissional, continuam valendo as regras específicas atuais, com permissão de 75% da capacidade do estádio exclusivamente para pessoas vacinadas ou com teste negativo.

Carnaval

Com relação às festas públicas carnavalescas, fica proibido a realização de blocos, eventos pré-carnaval, carnaval e similares em Aracaju, no período que compreende 7 de fevereiro a 3 de março. A medida tem como finalidade o controle da pandemia, diante do avanço da variante Ômicron no país, com casos confirmados na cidade.

Fotos: Ana Lícia Menezes/PMA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Leia também

Sisters conversam sobre romances no BBB 22, e Natália dispara: ‘Povo meio ruim de jogo!’
Murilo Huff abriu mão da tutela de bens do filho com Marília Mendonça
Polícia do Rio já chegou a suposto autor de ameaças racistas contra Douglas Silva
Flash político: Belivaldo confirma conversa com Lula, mas não falou sobre eleições em Sergipe