Aracaju, 16 de junho de 2024
Search

Arraiá Arranca Unha celebra tradição e paixão pelas quadrilhas juninas em Sergipe

3e16da5d0c06b3f8e05bb372badfa636

O tradicional concurso de quadrilhas juninas Arranca Unha, promovido pelo Governo de Sergipe por meio da Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap), teve seu encerramento na noite do último domingo, 9, no Centro de Criatividade, em Aracaju. O evento se destaca como um dos principais atrativos do calendário junino no estado e busca preservar e enaltecer a tradição da dança junina, símbolo da rica identidade cultural sergipana.

A noite de encerramento foi marcada pela torcida e entusiasmo dos sergipanos e turistas, que lotaram as dependências do Centro de Criatividade para prestigiar as apresentações das quadrilhas finalistas. O concurso desperta um forte sentimento de pertencimento entre os participantes e espectadores, contagiando também aqueles que visitam o estado nesta época festiva.

A aracajuana Vanda Magalhães, de 71 anos, é uma apaixonada por São João e quadrilhas juninas. Todos os anos, ela mantém a tradição de decorar toda a sua casa com temática junina e bandeirolas, resgatando memórias afetivas de sua infância. “Desde novinha, eu gostava das quadrilhas que meu pai fazia na casa dele. Hoje eu não danço mais, mas continuo muito animada. Vou para os forrós, para a Rua São João. Onde tiver forró, eu estou”, conta.

A paixão de Dona Vanda pela cultura junina é tão contagiante que influenciou toda a sua família. Sua neta, Ana Júlia Magalhães, 17, lembra do seu aniversário de 9 anos, que teve como tema as quadrilhas juninas. “Minha avó sempre me criou gostando muito de São João, e eu gosto muito da cultura do meu estado. Acho que esse é um evento de extrema importância para Sergipe, porque movimenta o turismo, agita todo mundo e mantém viva a tradição do nosso estado, que é a paixão pelo forró”, afirma.

O designer e figurinista Jeancarlo Petchas também teve sua paixão pelas quadrilhas juninas despertada na infância. “Ainda criança, na cidade de Frei Paulo, eu comecei a entender a magnitude desse período do ciclo junino. Hoje, me encontro envolvido nos bastidores. É uma verdadeira cadeia produtiva, porque a quadrilha envolve muita preparação ao longo de quase todo o ano, desde a pesquisa, costura e ensaios até o desenvolvimento do tema e tantos outros processos”, detalha.

De férias em Sergipe, a goiana Renata Cunha ficou encantada com a experiência no Arranca Unha. “Achei as quadrilhas muito incríveis, bem diferentes das do meu estado, que são mais simples e geralmente realizadas em escolas. Nunca tinha visto nada desse jeito. Já fiz vários vídeos para mostrar para minha família quando voltar de viagem”, conta a turista.

Maria Gorete, turista do Rio Grande do Norte, também compartilha sua admiração pelo concurso. “Vim a Sergipe passear e acabei ficando para ver o Arranca Unha. Achei as quadrilhas maravilhosas, cada uma delas dança muito bem. Esse evento é importante porque mostra a riqueza da cultura sergipana e nordestina”, considera.

Premiação

Após três etapas eliminatórias, a grande final do Arranca Unha revelou a quadrilha vencedora: Balanço do Nordeste. Com o tema ‘Quando o mês de junho chegar, vem pro nordeste festejar!’, a apresentação buscou exaltar elementos identitários e culturais dos nordestinos, como o Barco de Fogo de Estância, o vaqueiro, o Bumba Meu Boi, Lampião e o Coco de Roda, entre outros.

O grupo levará para casa o cobiçado troféu e um prêmio em dinheiro no valor de R$ 20 mil. Como novidade para este ano, a quadrilha campeã terá a honra de representar o estado de Sergipe no Campeonato Brasileiro de Quadrilhas Juninas, que acontecerá no mês de julho, em Aracaju.

A Quadrilha Junina Século XX, com o tema ‘Se essa rua fosse minha’, destacou a importância histórica da Rua São João como um dos principais pontos de celebração dos festejos juninos em Aracaju. A quadrilha conquistou o segundo lugar e receberá um prêmio de R$ 12 mil. Já a Junina Raio da Silibrina, com o tema ‘Lampião: do fogo aos céus, a eternidade no Sertão’, ficou em terceiro lugar e será premiada com R$ 8 mil.

Um destaque importante desta edição é que o Governo de Sergipe, compreendendo a relevância cultural das quadrilhas juninas, garantiu um investimento histórico de R$ 10 mil para cada uma das 18 quadrilhas classificadas, valorizando assim o esforço e a dedicação de todos os participantes.

Concurso de Quadrilhas Juninas Gonzagão

O próximo concurso de quadrilhas juninas, o Gonzagão, tem início nesta quarta-feira, 12, às 19h, no Complexo Cultural Gonzagão. A dinâmica do evento segue o mesmo formato do Arranca Unha, com três dias de etapas eliminatórias. Em cada dia, seis grupos se apresentarão, e três serão selecionados para a semifinal, que acontecerá no sábado, 15. A grande final está marcada para o domingo, 16 de junho, quando a quadrilha vencedora será revelada.

País do forró

Durante 60 dias, o clima junino tomará conta do estado, fortalecendo o turismo, a cultura popular e aquecendo a economia em vários setores envolvidos na realização dos eventos. A programação do Arraiá do Povo e Vila do Forró é uma realização do Governo de Sergipe, por meio da Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap), Secretaria Especial da Comunicação (Secom), Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e Banco do Estado de Sergipe (Banese), com apoio da Energisa, Netiz e Shopping Jardins, e patrocínio da Eneva, Pisolar, Deso, Maratá, GBarbosa e Serviço Social do Comércio (Sesc).

Foto: Ascom Funcap

Leia também