Aracaju, 18 de julho de 2024
Search

Quadrilha junina na Rua São João celebra a tradição nordestina

phpThumb_generated_thumbnail

A histórica Rua São João, situada no Bairro Industrial, transformou-se em um espetáculo de cores, sons e movimentos para celebrar a rica cultura do povo nordestino. Esse cenário, que há 114 anos enche de orgulho o coração dos aracajuanos, é o berço das quadrilhas juninas e, na noite desta sexta-feira, 14, reuniu centenas de pessoas para o tradicional concurso de quadrilhas. A festa recebe o apoio da Prefeitura de Aracaju, por meio da Fundação Cultural Cidade de Aracaju (Funcaju), em uma parceria com o Centro Social e Cultural São João de Deus, mantenedor deste local folclórico.

A Rua São João é um grande arraiá em forma de triângulo, não por acaso, é uma reverência visual ao forró, adornado com bandeirolas coloridas. Por volta das 20h30, em cada canto, ouvia-se, de longe, a batida da zabumba, o choro da sanfona e o tilintar do triângulo. O público, que já lotava as ruas adjacentes ao palco central, aguardavam ansiosos pelas apresentações.

Nesta noite, subiram ao palco magistralmente as quadrilhas Meu Chamego, Meu Sertão, Rala-Rala, Amor Caipira, Mandacaru, Pioneiros da Roça e Xodó da Vila, os quais desfilaram suas coreografias e histórias, encantando o público. Cada grupo trouxe consigo um pedaço da alma nordestina, em danças que narravam amores, lendas e bravuras.

O marcador da quadrilha Meu Sertão, do município de Riachuelo (SE), Dário Zacarias dos Santos, destacou a importância da Rua São João. “Eu frequento desde o nascimento desta quadrilha, há 36 anos. Aqui é tradição. Ser campeão ou não, o que importa é participar aqui. Nenhuma quadrilha pode faltar em se apresentar na Rua de São João, é um concurso muito importante”, disse ele, complementando que a apresentação da quadrilha trouxe a temática “Se eu te contar, você não vai acreditar”, inspirada nas lendas sergipanas do lobisomem e da serpente do rio São Francisco.

Proveniente de Tobias Barreto (SE), a quadrilha Meu Chamego homenageou o monsenhor José de Souza com a temática “Homem de Valor”. De acordo com o marcador do grupo, Cristian Paixão Oliveira Alves, a quadrilha tem 17 anos de Rua de São João, mas toda vez que sobem no arraiá, é como se fosse a primeira vez. “Este lugar tem uma área magnífica para todo quadrilheiro. Todo ano que a gente vem é como se fosse o primeiro ano, não tem como não sentir frio na barriga”, disse.

Ocimara de Oliveira, primeira-dama de frente da quadrilha Meu Chamego, resumiu o sentimento de todos. “Aqui é o berço das quadrilhas juninas e é sempre um prazer apresentar aqui. Depois que a gente se apresenta, é sensação de gratidão, satisfação e de dever cumprido”.

Público encantado

Maria José Oliveira Nascimento, de 50 anos, cabeleireira do bairro Bugio, fez questão de estar presente. “A Rua de São João é tradição, é história, é inserida na cultura de Aracaju e todos nós temos que prestigiar, sempre. Venho todos os anos e estou achando maravilhosas as apresentações e tudo isso me encanta”.

Eliana Azevedo Santana, 48, que nasceu e cresceu no Bairro Industrial, trouxe sua filha Laura para compartilhar a magia. “Desde criança que frequento esta festa maravilhosa, nunca pode acabar a Rua de São João. É aqui que eu tenho as melhores lembranças de infância, é tudo para mim”, enalteceu.

Entre os presentes, Helder Barreto, 66, gaúcho de Lajedo (RS), e morador do bairro desde 1981. Ele não escondeu seu amor pela festa. “Todos os anos eu venho prestigiar. É uma festa tradicional, típica aqui do Nordeste, é o folclore que representa tudo para o nordestino”, colocou.

Programação

A programação dos festejos juninos da Rua São João teve início ainda no mês de maio, no dia 31, retornando neste final de semana, de 13 a 16 de junho. Após este domingo, 16, a festa no local acontece de 20 a 24. Para acompanhar a divulgação das atrações, os interessados podem acessar as redes sociais  da Prefeitura Municipal de Aracaju (@prefaracaju) e da Funcaju (@funcaju).

Confira a programação desta semana:

Dia 15/06/24 – Sábado

18:00h – Xodó da Vila

20:00h – Concurso de quadrilha

Quadrilha Junina Todos em Asa Branca

Quadrilha Junina Raio da Silibrina

Quadrilha Junina Massacará

Quadrilha Junina Cangaceiro da Boa

Quadrilha Junina Assum Preto

Quadrilha Junina Unidos de Arrasta Pé

Quadrilha Junina Balança Mais Não Cai

Dia 16/06/24 – Domingo

18:00h – Banda Dona Flora

20:00h – Concurso de quadrilha

Quadrilha Junina Unidos em Asa Branca

Quadrilha Junina Unidos em Arrasta Pé

Quadrilha Junina Asa Branca de Simão Dias

Quadrilha Junina Meu Xodó

Quadrilha Junina Encanto do Matuto

Quadrilha Junina Século XX

Fotos: Sérgio Silva | Secom

Leia também