Aracaju, 18 de agosto de 2022

Nelson Wilians Advogados: crescimento estratégico segue em ritmo acelerado no Nordeste

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Com atividades iniciadas há mais de duas décadas, o Nelson Wilians Advogados vislumbrava estar presente em todos os Estados brasileiros, respeitando as dimensões e características de cada região. Hoje, o grupo conta com mais de dois mil colaboradores e atuação em três continentes (América do Sul, Europa e Ásia).

Com números expressivos e alvos maiores, o NWADV vislumbra um futuro ainda mais promissor, com um plano de expansão estratégico, já em desenvolvimento em nível nacional. A filial de Aracaju (SE), por exemplo, segue em acelerado crescimento, inclusive com um plano de expansão para o interior sergipano e, além de fomentar a geração de empregos na região, também é referência com seu diferencial nos quesitos: alta qualidade técnica e eficiência no atendimento aos clientes.

Já Caruaru, em Pernambuco, vai ganhar uma filial do NWGroup, composto pelo NW Soluções, NW Negócios & Investimentos e INW, tríade voltada para serviços não jurídicos e que atenderão a economia local. As unidades do Nordeste ficam sob a administração da matriz, gerenciadas pelo vice-presidente do NWADV, Fernando Cavalcanti.

Fernando nasceu em 30 de março de 1985, na Capital de São Paulo, e é protagonista de uma inspiradora trajetória. Com a mãe originária do sertão de Pernambuco, em Arcoverde, sua família residiu e enfrentou um cenário de muita dificuldade no local.

E, mesmo com as adversidades, Fernando engrenou nos estudos e tornou-se bacharel em Ciências Econômicas pela FMU – Centro Universitário. Daí em diante, sua história tomou um rumo diferente, oposto ao que as circunstâncias difíceis o levariam.

Hoje, além de estar à frente da vice-presidência do NWADV, também é Diretor Institucional do escritório, Diretor Financeiro e Administrativo do INW, Conselheiro temporário na Câmara de Comércio França-Brasil e vice-presidente do NWGroup.

Foto assessoria

Por Cândida Oliveira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também