Aracaju, 13 de abril de 2024

Afinidade entre Emília e Eduardo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Diógenes Braynerdiogenesbraynet@gmail.com

Os partidos mais à direita estão satisfeitos com a possibilidade da vereadora Emília Correa (PRB) ser candidata única do grupo para disputar a Prefeitura de Aracaju. Não se vê qualquer outra manifestação, das siglas que a acompanham, para lançamento de um outro nome que dispute à sucessão municipal. Emília ainda está na sigla que surgiu com a junção do Patriota e PTB e o inclui em seus planos de permanência nele, assim como de pular a janela para outra legenda. Mas aconteceu o inusitado: ontem à noite, em reunião da Executiva em Brasília, o Partido Liberal (PL) decidiu que “terá candidatos a prefeito em todas as Capitais do País”, o que serve de alerta para Emília. Ela inclui a sigla e mais quatro outras, mas se não optar pelo partido o grupo pode lançar um outro nome para disputar a sucessão de Edvaldo Nogueira.

A decisão do PL Nacional foi interpretada como um forçar de barra e pode até brecar a filiação de Emília ao partido, porque ela não é de aceitar imposição, o que pode provocar complicação. Poucos acreditam nisso, inclusive o ex-senador Eduardo Amorim, que deixou o Liberal recentemente para retornar ao velho PSDB, do qual é presidente no Estado e mantém sua afinidade política com a vereadora, com quem conversa todos os dias. Amorim não diz, mas admite que Emília se filiará ao PL e, mesmo que não aconteça, ele apoiará sua candidatura à prefeita por qualquer outra sigla que ela escolha. Emília está tranquila e tem trabalhado muito pela unidade do grupo, ouvindo sempre a Eduardo e outros aliados, para que adote a melhor solução e mantenha-se ao lado do eleitorado.

O que circula na cidade, em termos de formação de chapa, é que o ex-senador Eduardo Amorim será o seu vice. Ele mesmo diz que não existe nada sobre isso, mas não nega que pode acontecer, enquanto o próprio PL anuncia que essa decisão só sairá em março, que se inicia amanhã. É uma tendência, claro, mas pode haver outra estratégia que o próprio Eduardo acompanhará. A afinidade política entre os dois é tão grande que a vereadora sugeriu três nomes de pessoas ligadas a ela, para integrarem a executiva do PSDB no Estado e foram aceitos sem problema. Dentro de tantas ocorrências, dá para se avaliar como certa a chapa Emília/Amorim na disputa pela Prefeitura de Aracaju.

Mitidieri pede respeito

O governador Fábio Mitidieri (PSD) ficou irritado com a declaração do diretor do Hospital do Amor, Henrique Prata, e pediu respeito aos sergipanos.

*** – Henrique esquece que o hospital é construído com recursos do povo sergipano, via emendas federais, e “faz declarações inverídicas sobre a atuação do Estado no processo de habilitação, já que a responsabilidade é do Ministério da Saúde”.

*** – É preciso que se aja com sinceridade e verdade. O que cabe ao Estado, estamos fazendo e continuaremos. Não vamos tolerar injustiça e ingratidão, disse.

Edvaldo não muda

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) se mantém em silêncio absoluto sobre sucessão municipal, embora esteja conversando à exaustão com lideranças políticas de Aracaju.

*** Um vereador da base de Edvaldo na Câmara, disse que o “prefeito não abre mão de indicar Luiz Roberto à sua sucessão, nem que a vaca tussa”.

*** Acrescentou que ele está cumprindo o entendimento de 2022, quando foi acertado que o seu sucessor fosse indicação dele.

Katarina aguarda decisão

A deputada federal Katarina Feitoza (PSD) é pré-candidata à prefeita de Aracaju, atendendo ao convite do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab. Aguarda a decisão do PSD em Sergipe e está à disposição.

*** Katarina sugere “fique bem claro que sou leal ao agrupamento, ao governador Fábio Mitidieri, com quem vou conversar, e apoiar o nome indicado pelo grupo”.

Não há nada fechado

Perguntado se estava fechada à chapa Emilia/Eduardo para a Prefeitura de Aracaju, o presidente do PL em Sergipe, Edvan Amorim, respondeu rápido: “Não amigo… Nada fechado”.

*** Segundo Edvan, “até o momento somente conversas entre Eduardo e Emília”.

*** Acrescentou que “definições só depois do dia 10 de março”. Admitiu que “pode acontecer à aliança, mas também pode não acontecer e o PL seguir outro rumo”.

*** – Não temos nenhum fechamento com ninguém neste momento, apenas conversas, disse.

Amorim sobre ser vice

O médico Eduardo Amorim, presidente regional do PSDB em Sergipe, disse ontem que em “nenhum momento tratou com a vereadora Emilia Correa (PRB) de integrar chapa à Prefeitura como seu vice”.

*** E acrescentou: “quem disser o contrário está mentindo”.

*** Amorim confidenciou que desde 2022 aconselhou Emília a disputar a Prefeitura e contasse com ele sempre. E mais: “converso todos os dias com ela”.

Sobre filiação partidária

Eduardo Amorim disse que ela tem realmente um leque de partidos para se filiar e fará a escolha pessoal. Acrescentou, entretanto, que “para onde ela for formará um bloco para apoiá-la à prefeita”.

*** Amorim não discorda que Emília está conversando com as siglas que desejam sua filiação, mas deixa passar certa a convicção de que ela vai optar pelo PL.

*** Tem um detalhe: Emília Correa indicou três nomes para integrar a Executiva do PSDB em Sergipe.

Luciano na Unale

O deputado estadual Luciano Pimentel (PP) assumiu a Presidência da Comissão de Infraestrutura, Minas e Energia da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale).

*** Luciano é um quadro importante do legislativo sergipano e tem participado das atividades da Alese. O senador Laércio Oliveira (PP) diz que “confiantes no seu compromisso com o progresso”!

Casos de Dengue

O ex-deputado federal André Moura (UB) diz que o Brasil está próximo de alcançar um milhão de casos de dengue em 2024. Segundo dados do Ministério da Saúde, até terça-feira eram 973 mil registros, com 195 mortes pela doença.

*** Em 2023, nesse mesmo período, eram 207 mil casos investigados, número quase cinco vezes menor.

Coitadinhos vitimistas

O tenente Edgard diz que entrou para o “seleto grupo dos coitadinhos vitimistas”. E acha que “não é justo Neymar ter um jatinho e eu não, é desigualdade social”.

*** – Outra coisa: não é certo, só porque eu trabalho, não receber bolsa família, também quero que a União, Estado ou o Município forneçam ração para o meu pet, solicitou.

Poço tem Gavião

Em Poço Redondo, o presidente da Câmara Municipal, vereador Vado Gavião (PSD) é pré-candidato a prefeito do município pela oposição.

*** O líder político e empresário João Torres vai integrar a chapa como pré-candidato à vice-prefeito.

Candidaturas próprias

A Executiva Nacional do Partido Liberal reuniu-se ontem à tarde em Brasília e exigiu que o sigla tenha candidaturas próprias em todas as capitais do Brasil.

*** O restante foi sobre distribuição do fundo partidário e etc.

*** Nesse caso, a vereadora Emília Correa deve se filiar ao PL caso lhe interesse o apoio total do partido.

Valmir se recupera

Valmir de Francisquinho (PL) ainda está se recuperou da doença que o levou ao Hospital Primavera, em Aracaju, na semana passada.
*** Recebe tratamento em casa e está com suspeita de bronquite aguda. Valmir disputa a Prefeitura de Itabaiana.

Marlene em Feira Nova

Especulação que invade o município de Feira Nova: a pecuarista Marlene Garção Sobral deve acompanhar o projeto do vice-prefeito Jandinho.
*** Jandinho é pré-candidato a Prefeito e bem avaliado pelos eleitores.

Giro pelas redes sociais

Marcio Macedo – A missão do governo do presidente é recuperar esse país. A retomada de obras essenciais será o início da colheita plantada em 2023.

Breno Garibaldi – Aracaju sempre sofre com as enchentes. Mas a culpa não é das chuvas, é do modelo de cidade que está sendo construído.

Lula – Muito dinheiro nas mãos de poucos significa desemprego, analfabetismo e miséria. E pouco dinheiro nas mãos de muitos é distribuição de riquezas.

Banda Jornalismo – Apresentador Fausto Silva passou por um novo transplante, dessa vez de rim. Boletim médico informa que o procedimento ocorreu sem intercorrências.

GloboNews – “Precisamos colocar um freio de arrumação nessas investigações meramente especulativas”, diz deputado Evair de Melo (PP-ES), que defende proposta para blindar deputados.

Folha – Lula diz que a Vale não é dona do Brasil e que empresas devem seguir pensamento do governo.

Renato Souza – Toffoli diz que se Supremo autorizar demissão de empregado público sem regras claras para o desligamento, prefeitos vão trocar concursados cada vez que assumirem.

Luciana Barros – Perseguição a quem praticou rachadinhas,”desvio” de jóias, ameaças à democracia? Não, esta correto!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também