Aracaju, 13 de abril de 2024

Decisão sem esquecer o futuro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

A decisão final para indicação do pré-candidato da base aliada à Prefeitura de Aracaju está em chapa quente. Claro que ainda não existe nada confirmado, mas todos que integram o bloco sentem – e reclamam – de tendências expostas. Percebe-se que a maioria dos que colocaram seus nomes à disposição está atuando, trabalhando, conversando e buscando a escolha para disputar a Prefeitura. Entretanto, não abandonará o barco caso não seja o indicado. Dentro de um entendimento amplo, lógico que com compensações, apoiará o escolhido e levará o barco adiante, dentro de uma estrutura que também visa as eleições de 2026, cujo movimento já se começa a perceber por aqueles que se expõem na concorrência para candidatura majoritária agora e, por conveniência, tenha que abrir dos seus objetivos já neste momento.

O ex-governador Belivaldo Chagas (PSD) já transferiu o título de eleitor para Aracaju, o que é significante dentro do processo de escolha e revela disposição de mudanças, inclusive de partido. Não há nada contra o governador Fábio Mitidieri, a quem ajudou a eleger e participou diretamente de sua campanha, mas ao prefeito Edvaldo Nogueira pela forma que o tratou no início das especulações de que ele poderia ser candidato a prefeito. Isso se aprofundou e sinaliza para um desentendimento que, de alguma forma, prejudica um grupo que vem se mantendo coeso, mas com algumas objeções, como, por exemplo, a possibilidade do indicado do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) à sua sucessão seja Luiz Roberto.

O ex-deputado federal André Moura (UB), atualmente chefe da Casa Civil do Rio de Janeiro, está de olho na Prefeitura de Aracaju para a filha, deputada Yandra Moura (UB) e não vai abrir mão disso. Está aliado a Belivaldo Chagas nessa empreitada e seguem juntos para consolidar o projeto de disputar a Prefeitura, mesmo com a escolha de Luiz Roberto pela maioria do bloco. Belivaldo, inclusive, mantém a disposição de ser o vice de Yandra, como já foi convidado por ela. Mas, tem muita água a correr e as conversas se excedem, inclusive com novas e complicadas propostas. O governador Fábio Mitidieri tem a missão de manter unido um bloco que o acompanha até hoje e continuará com ele em 2026, caso haja um final feliz. E nesse momento é preciso calma suficiente para dar um passo à trás e dois à frente, para consolidar a fotografia de hoje para nova empreitada, que se iniciará logo a pós a posse do novo prefeito em janeiro de 2025.

Fábio e o Hospital

O governador Fábio Mitidieri (PSD) disse ontem que o Hospital em Lagarto, “não tem leitos, não tem enfermarias, UTI e ainda conta com um acelerador linear que não segue os padrões estabelecidos pelo Ministério da Saúde”.

*** Segundo Mitidieri, “Henrique Prata, administrador do Hospital, diz que a unidade está pronta, porém segue pedindo emendas aos deputados”.

Avança discussões

Segunda-feira houve reunião da base aliada e, segundo revelou o governador Fábio Mitidieri ao radialista Fábio Henrique, houve avanço sobre as discussões políticas de 25 municípios.

*** Segundo o governador, com a reunião de ontem já foram avaliados 50 municípios. Um detalhe: em nenhum momento se tratou de eleição municipal de Aracaju.

Transfere título

Exclusivo – O ex-governador Belivaldo Chagas (PSD) transferiu seu titulo de eleitor para Aracaju, ontem pela manhã, e dará alguns passos políticos.

*** Vai adotar duas atitudes: Ficar ou sair do PSD, o que deve acontecer nos próximos 25 dias. Belivaldo é presidente estadual do partido.

*** Ser ou não ser candidato a vice-prefeito de Yandra Moura (UB), e deixa claro que foi convidado por ela.

Katarina tem forte apoio

Um dos políticos mais fortes de Sergipe, que monta bem uma estrutura eleitoral, defende com ardor a candidatura da deputada federal Katarina Feitoza a prefeita da base aliada.

*** Katarina está trabalhando junto a lideranças políticas, tem o nome à disposição e sabe do apoio que vem recebendo.

Laércio é líder do bloco

O senador Laércio Oliveira (PP) anuncia que assumiu a liderança do bloco Aliança formado pelos Progressistas e Republicanos.

*** – Somos dez senadores sob uma nova liderança, mas com as mesmas práticas que orientam meu mandato e meu relacionamento com todos os meus colegas. disse.

***  – Ética, respeito e conciliação. Somos um bloco pequeno, mas podemos ser o fiel da balança de qualquer votação no Senado, conclui Laércio Oliveira.

Fabiano com D. Maria

O vereador Fabiano Oliveira, que disputa pelo PP, na base aliada, a indicação a pré-candidato a prefeito de Aracaju, conversou ontem que a ex-senadora Maria do Carmo (PP) e ouviu apoio e instruções.

*** D. Maria sugeriu que ele construa a sua pré-candidatura e dialogue com o povo, “que esse é o momento de construir”. Segundo a ex-senadora, “você tem serviços prestados a Aracaju”.

*** Fabiano diz que se manterá no grupo ligado a Fábio Mitidieri “independente do nome que for escolhido para ser o candidato a prefeito”.

Samuel a vereador

O Capitão Samuel será mesmo candidato a vereador por Aracaju este ano, pelo PP. Disse que está trabalhando e indo tudo certo.

*** Entretanto, Samuel não deixará de disputar vaga de deputado federal em 2026 e já está planejando.

Grupo de candidatos

Capitão Samuel continua trabalhando na formação de um grupo de candidatos a deputado federal, que saia forte para a disputa e consiga eleger pelo menos dois parlamentares.

*** Além do próprio Samuel, estão sendo conversados nomes como Bosco Costa, Heleno Silva, Daniele Garcia e André David. O partido ao qual se filiarão será decidido pelo bloco, quando estiver definitivamente montado.

Eleição em Propriá

O prefeito de Propriá, Valberto Lima (PSD), diz que a corrida para a reeleição é super estressante porque depois de eleito fica mais difícil “porque tem um grupo que depende de você”.

*** – Agora está começando o corre-corre para escolha de nomes que disputem a Câmara Municipal e para formação de uma boa chapa de vereadores, disse.

*** Para Valberto, “o que não pode é deixar é que os descontentes vençam…”

Ricardo a vice?

O vereador Ricardo Marques (Cidadania) está trabalhando para a reeleição, mas continua à disposição do bloco e pode ser candidato até a vice. Para isso, precisa de força e apoio total do grupo.

*** Segundo uma fonte bem avisada, Ricardo Marques tem conversado com a colega Emília Correa (PRB), candidata à prefeita, mas de forma amistosa.

Casa do Senado

O senador Rogério Carvalho (PT) participou ontem do lançamento e entrega das medalhas comemorativas “As Casas do Senado”, cunhadas pela Casa da Moeda.

*** Estas medalhas são concedidas a personalidades de destaque, como forma de agradecimento pelo apoio à atividade legislativa e política.

Giro pelas redes sociais

Guga Noblat – Lula disse que Bolsonaro preparou o golpe e se “borrou de medo” ao fugir para os Estados Unidos.

Tem receio – Lula trabalha intensamente para a prisão de Bolsonaro. Sabe que deve enfrentá-lo em 2026 e tem receio.

Band Jornalismo – Dos três chefes militares no fim do governo Bolsonaro, dois confirmaram que o ex-presidente buscou apoio das Forças Armadas para uma tentativa de golpe.

Metrópoles – Presidente Lula disse a ministros em reunião que problemas burocráticos não podem retardar iniciativas de combate à fome: “Esses problemas atrapalham prá cacete e enchem o saco”.

Paulo Capelli – Em áudio vazado, deputado federal filiado ao PL tece críticas ao partido e diz “sonhar” com o dia em que Bolsonaro se filiará a outra sigla.

Metrópoles – Governo enviou ao Congresso Nacional projeto de lei para regulamentar a atuação de motoristas de aplicativo no país.

Guga Noblat – Como deixar de ser uma planta para virar uma vilã no BBB. A tal Giovanna jogou baixo e acusou Davi de ser assediador.

Renato Souza – O Ifood já esclareceu, porém de maneira tímida e pouco publicizada, que o entregador não é obrigado a subir no apartamento.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também