Aracaju, 13 de abril de 2024

Limites em termos financeiros

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Diógenes Brayner – diogenesbrayner@gmail.com

As eleições municipais deste ano, principalmente as majoritárias, passam à impressão que podem ultrapassar os limites em termos da força financeira e ambição. Muita gente sendo chamada para atuar com maior agressividade e montando um estrutura de desacato e violência a prováveis adversários. Percebe-se claramente a ausência de uma liderança forte que chame a atenção do eleitorado para algum nome que tenha carisma junto ao eleitor, sem que seja um membro da família. Está muito comum a tentativa de eleger parentes, para impor um continuísmo inclusive imoral e sem nenhum interesse em promover alguma mudança que beneficie a comunidade, mas que dê força eleitoral a grupos que convivem praticamente sob o mesmo teto.

Lógico que esse quadro está no interior, onde a proximidade familiar e a bajulação a superiores passam do limite e em nada serve para se imaginar uma administração voltada para o povo e que busque o desenvolvimento social, onde todos estão incluídos e o município, como um todo, cresça junto com a população. Na realidade, uma cidade só terá administração isenta quando o eleitor adquirir a consciência de que deve eleger aquele que tiver melhor projeto e um currículo irretocável, sem compromissos de apoiar e abrandar apenas a amigos mais próximos. O certo seria que o comando do município conhecesse todos os seus habitantes, ampliasse as amizades e nas hora de escolher o secretariado selecionasse os que tivessem capacidade comprovada e não que se submetesse às ordens dos seus chefes políticos.

Em Aracaju, está claro, se tem uma situação difícil, O bloco mais forte, que integra a base aliada, mantém cinco nomes na disputa pela Prefeitura, com todos querendo o apoio do governador Fábio Mitidieri. Está claro que não vai dar certo, porque ficaria difícil para Fábio subir em todos os palanques, concordar com cada candidato e dar força aos seus projetos de Governo. Tem que se chegar a um consenso político, um entendimento amplo, em que todos, e principalmente a cidade, saiam ganhando com um programa direcionado ao desenvolvimento da cidade. Tudo indica que pelo menos duas candidaturas sejam mantidas – o que já fica difícil – e, naturalmente, quem perder pode buscar outro rumo – até mesmo no segundo turno – destruindo o senso de unidade que se pregou desde 2022. Principalmente se os dois que vão para o segundo turno sejam do mesmo bloco. Como vai ser?

Sergipe está triste

Somamos-nos a milhares de pessoas que lamentaram com imensa tristeza a morte da colunista Thaís Bezerra, cujo caderno era ansiosamente esperado aos domingos.

*** Thaís publicava informações que mexiam com Sergipe, fazendo revelações importantes de bastidores para o mundo social e político.

*** Thais será insuperável, inclusive nos seus gestos: decidiu que o seu sepultamento ocorresse em sua casa, com todo o prestígio e lágrimas da sociedade.

Inicio na Gazetinha

Um detalhe: Thais Bezerra começou o seu trabalho jornalístico na Gazeta, em suplemento que tinha o título de Gazetinha. Também foi um sucesso.

*** Alguns poucos anos depois ela foi convidada para o Jornal da Cidade e manteve todo o seu trabalho, que se tornou o sucesso do jornalismo sergipano.

*** O diretor de teatro Fernando Lins foi quem levou Thaís para a “Gazetinha”.

Duplicação da BR-235

Fábio Mitidieri (PSD) diz que está em Brasília e que tem notícia maravilhosa. Conversou com o ministro dos Transportes, Renan Filho, e recebeu uma notícia muito boa:

*** Foi publicado o edital para elaboração do projeto da duplicação da BR-235, de Aracaju até Itabaiana, e da adequação de Itabaiana até Carira, na divisa com a Bahia.

Presidência do PSD

Mitidieri retorna hoje de Brasília e participa do programa “Sergipe é Aqui”, em Cedro do São João, onde assinará despachos que facilitarão a vida das pessoas.

*** Na sexta-feira, Mitidieri assume a Presidência do PSD em Sergipe com a presença do presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, no Centro de Convenções.

Belvaldo já no Podemos

O ex-governador Belivaldo Chagas deixou o PSD e filiou-se ontem ao Podemos, partido ligado ao ex-deputado federal André Moura (União Brasil).

*** Belivaldo, através de entendimento político, aceitou ser o candidato à vice da deputada federal Yandra Moura (UB), que disputa à Prefeitura.

Acha impossível

Um vereador da oposição diz que é praticamente impossível a secretária Daniele Garcia (MDB) ser vice-prefeita na chapa de Emília Corrêa, do Partido Liberal.

*** As duas atuam em partidos adversários e Daniele é muito ligada a Yandra Moura e a Katarina Feitosa.

*** Yandra será candidata e terá Belivaldo como vice, o que descarta Daniele, e Katarina (PSD) não deve disputar a Prefeitura, apesar da força de Kassab.

*** De qualquer forma Daniele está no páreo para a Prefeitura.

Jéferson sobre 2026

O presidente da Assembleia Legislativa, Jéferson Andrade (PSD), em entrevista a Carlos Focca, disse que não será mais candidato a deputado estadual em 2026.

*** Não confirmou qual seria o próximo mandato a disputar, mas deixou passar nas entre linhas que poderia ser vice-governador. Não confirmou nada.

Volta de Valdevan

O ex-deputado federal Valdevan Noventa fará ato de filiação no PSB ou Soladariedade na próxima sexta-feira. A filiação será às 19 horas no Clube Shahhai, no largo do Rotary, em Umbaúba.

*** Valdevan pretende ser candidato a prefeito de Umbaúba. E pode?

Emília é bolsonarista

Um membro do PL disse ontem que a vereadora Emília Corrêa é bolsonarista e lembrou que em 2022 quando ela fez composição com Valmir Monteiro (PL) declarou que apoiava Bolsonaro.

*** E mais: quando Valmir decidiu se unir a Rogério Carvalho (PT), também em 2022, na disputa pelo Governo no segundo turno, Emília Correa não foi.

*** Hoje ela está no PL porque defende a tese de Bolsonaro, fica claro;

BO contra Valmir

Uma briga, seguida de ameaça, entre o candidato a prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PL) e o empresário Teixeira Caminhões, resultou em um BO registrado por Teixeira na Polícia, por ameaça de morte.

*** Quarta-feira passada Valmir e Teixeira tiveram uma conversa áspera em Itabaiana, porque a filha do empresário candidatou-se a federal em 2022 e não participou da campanha, o que pode levar à cassação de Ícaro de Valmir.

*** No final do encontro Valmir disse palavras ásperas a Teixeira e este o perguntou: “está me ameaçando?” Valmir respondeu: “entenda como quiser”.

*** Atenção: Valmir também fez BO contra Teixeira Caminhões, alegando “denunciação caluniosa”.

Emerson candidato

O médico Dr. Emerson não abre mão da candidatura à Prefeitura de Aracaju pelo PCdoB. Candisse Carvalho também disputa a Prefeitura pelo PT. Os dois partido, mais o PV, integram a mesma Federação.

*** Como a decisão vai termina na Federação Nacional. Um petista bem antenado perguntou: “será que o senador Rogério Carvalho vai conseguir convencer que sua mulher é melhor”?

Márcio a deputado

O ministro Márcio Macedo (PT) esteve em Aracaju durante e Semana Santa, mas não conversou com ninguém da sua base aliada, Construindo um Novo Brasil (CNB).

*** O pessoal estranhou e também não o procurou. Ontem um comentário: Márcio decidiu disputar vaga na Câmara Federal e não o Senado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também