Aracaju, 21 de maio de 2024
Search

O tom feminino e o machismo na campanha

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@Gmail.com

As eleições municipais do próximo ano vêm sendo marcadas, em Sergipe, pela presença ativa de candidaturas femininas às Prefeituras. No momento, o clima é benfazejo e até atraente, porque as candidaturas são de mulheres já parlamentares e que atuam dentro de um nível de competência que se igualam. Entretanto, alguns poucos homens, no interior e na Capital, começam a fazer críticas a essa presença da maior de mulheres disputando as Prefeituras – o que já vinha acontecendo em menor quantidade – praticamente em volume que antes só os o homens conseguiam. E isso vem se expandindo em outros setores, e mais à frente teremos candidaturas sem preconceitos, inclusive porque em termos de “tomar conta de casa” ela é mais eficiente, assim também no trato com atos internos e externos da coisa pública.

Mas, é preciso ter muito cuidado e fazer uma reflexão sobre a vaidade machista em outras áreas de cada Estado. Em Propriá, por exemplo, o lançamento da pré-candidata à prefeita, professora Elizabete Nunes (sem partido), provocou ataques que não se esperavam de setores da comunidade.. Na semana passada, após entrevista à rádio local da rede Xodó FM, circulou um material afirmando que ela é de “extrema esquerda”. A análise mais coerente da entrevista concedida pela professora candidata, foi como leve, tranquila e esclarecedora.

Mas, quanto ao ataque sofrido por ela, foi tido como “irresponsável, verdadeira violência, perseguição e ato misógino”. A equipe, amigos, familiares e simpatizantes dela repudiaram e atitude desnecessária e afirmaram que estão atentos quanto aos ataques à reputação da professora, ex-vereadora por quatro mandatos, ocupante de diversos cargos em administrações e atualmente presidente de uma ONG. Na realidade é preciso se manter atento, para que a estupidez da avaliação pelo sexo não supere a capacidade de se chegar ao topo da violência, porque a competência administrativa e as funções públicas não podem ser avaliadas através do gênero.

Assunto do domingo

O encontro do governador Fábio Mitidieri (PSD) com a deputada federal Catharina Feitoza (PSD), que é possível candidata à prefeita de Aracaju pelo seu partido, deixou um amontoado de informações.

*** Aconteceu no point político do café da manhã dos domingos, no restaurante ‘Buraqueiro’, no bairro Augusto Franco, com a presença de vários políticos.

*** O encontro foi casual, mesmo assim vários comentários surgiram, alguns com excesso e outros moderados, mas o encontro destacou a candidatura de Catharina.

Formação de chapas

Uma das conversas não comprovadas seria o apoio definitivo de Fábio Mitidieri da chapa formada pelo secretário Luis Roberto a prefeito e Catharina como vice.

*** Mas a informação foi de que a conversa não se aprofundou na política: como deixar deputada federal para se tornar vice? Era a pergunta.

***Porque lá estavam membros aliados e o governador preferiu tratar com cortesia a todos que foram ao café da manhã.

Outras opções

Já em uma mesa, com a presença de dois pretensos candidatos a prefeito, a conversa era de Catharina disputaria a Prefeitura, tendo como vice a vereadora Emília Correa.

*** Mas, foi uma especulação que passou distante, porque Emília surgiu na conversa, mas no momento sem integrar o bloco político e como nome à Prefeitura.

Almoço com bancada

O governador Fábio Mitidieri (PSD) Almoçou ontem com deputados e senadores da bancada aliada nesta segunda-feira.

*** No cardápio emendas para Sergipe e muitas opiniões. Outro almoço está marcado para dia 20 próximo, para decisão definitiva das emendas.

*** A oposição lamentou a ausência…

Nova lei de cota

O presidente Lula sancionou ontem a nova lei de cotas, com a garantia da manutenção de 50% das vagas em universidades públicas federais para estudantes da rede pública.

*** Com critérios de renda e origem social, além da ampliação das populações com direito a essas reservas.

Itabaiana sem problema

O prefeito de Itabaiana, Adailton Souza (PL), disse ontem que no município “não temos nenhum trabalho: se tiver de ir à reeleição irei, se Valmir decidir quem vai é ele tem o meu apoio”.
*** – Eu sou tranquilo, não tenho ambição pelo cargo tenho certeza: se eu não for para a reeleição sairei muito maior de quando entrei.
*** Acrescentou que “sou grupo e não abrirei mão desse grupo continuar administrando Itabaiana. Não podemos é retroceder”.

Sobre Valmir

Um aliado de Valmir (PL) disse que ele tem condições de disputar bem outras cidades do interior, ainda colocando um dos filhos em Areia Branca.

*** – Só aí o grupo teria três cidades favoráveis para as eleições de 2026. Faria o quarto prefeito se mantivesse Adailton em Itabaiana.

Luciano e Cristiano

O deputado estadual Luciano Pimentel (PP) vota em Cristiano Viana (PSB) è reeleição em Simão Dias: “ele sofreu fortes retaliações por ter votado em mim a deputado estadual”.

*** Pimentel reconhece que o carinho e respeito que tem pelo ex-governador Belivaldo Chagas e torci muito para ele ser candidato a prefeito de Aracaju: “estaria com ele 24 horas”.

Bandidos no Palácio

Muito triste ver isso nas redes: disputa entre grupos partidários sobre quem mais recebeu lideranças do tráfico no Palácio do Planalto.

*** Há foto, todos os registros, menos do que se tratou nas audiências.

*** Mesmo assim, a sociedade sente a força de bandidos em segmentos da mais alta política, tanto para ter segurança quanto para conquistar votos.

Yandra, André e Edvaldo.

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), recebeu ontem em seu gabinete o ex-deputado André Moura e a filha, deputada federal Yandra Moura, ambos do União.

*** Os dois foram convidar o prefeito para evento que o União Brasil realiza. A política de unidade começa a se expor.

Giro pelas redes sociais

Gleisi Hoffmann Ministro Israelense fala em lançar bomba atômica na Faixa de Gaza. Ele, que já comemorou nas redes sociais a destruição provocada pelos bombardeios, diz que não existem inocentes em Gaza.

Carlos Minc – Boa matéria mostrando que dois municípios do Rio, Búzios e Volta Redonda, fornecem canabidiol gratuito no SUS municipal.

Mirian Leitão – O erro de Lula na economia. Só haverá dinheiro para obras, escolas e saúde se Hadadd Fernandes for bem sucedido. Não existe o conflito entre estabilidade e desenvolvimento.

Roberto Freire – Não generalize, pois o leva a equívocos graves. Existem no mundo e aqui no Brasil também, esquerdas que são democratas e não apoiam o terrorismo.

Maestra Maestrina – Universidade é pra quem quer estudar de verdade e não pra quem só quer diploma. Pra isso tem as unipago EAD da vida.

Maria – Gente, de boas, desta vez a Amazônia vai acabar. É só incêndio atrás de incêndio. Marina sumiu. Lula não toca no assunto. E a mídia se faz de besta.

Política Estadão – Janja quer gabinete formal no Palácio do Planalto: ‘A primeira-dama dos EUA tem’.

Mônica Bergamo: ‘Me ferrei, mas estou aqui. Não sou vítima de nada’, diz Carlinhos Brown.

 

Leia também