Aracaju, 18 de julho de 2024
Search

Em Sergipe, a operação esparadrapo só atende governistas

19

Por Adiberto de Souza *

Qual a relação do mutirão “Sergipe é Aqui” com o uso da máquina pública em favor dos aliados políticos dos governistas, particularmente dos pré-candidatos amigos do rei? Tal suspeita ocorre quando se observa que esta operação esparadrapo praticamente só chegou em municípios administrados por prefeitos aliados do governador Fábio Mitidieri (PSD). Até agora, já foram contemplados Boquim, Porto da Folha, Propriá, Nossa Senhora das Dores, Itabaianinha, Estância, Frei Paulo, Itaporanga d’Ajuda, Capela, Carmópolis, Santo Amaro das Brotas, Ilha das Flores, Riachuelo e Campo do Brito. O próximo será Tobias Barreto. Se não é eleitoreiro, por que cidades como Canindé, Itabaiana, Maruim, Barra dos Coqueiros e outras geridas pela oposição ao governo ainda não receberam o “Sergipe é Aqui”? Ademais, vale ressaltar que essa operação esparadrapo escancara a incompetência do Estado, pois os serviços simples e prestados de quando em vez aos miseráveis deveriam ser oferecidos rotineiramente e sem estardalhaço. Aliás, o Sindicato dos Médicos já denunciou que “saúde pública não se faz com oba-oba de um dia”. Bem que o diligente Ministério Público poderia apurar se esse mutirão oficial foi concebido para camuflar o uso da máquina pública com fins eleitoreiros. Marminino!

Prejuízo milionário

Dona da Centrais Elétricas de Sergipe (CELSE), a Eneva registrou um prejuízo de R$ 86,9 milhões no terceiro trimestre deste ano, frente ao lucro de R$ 237,8 milhões do ano anterior. Entrevistado pelo jornal Valor Econômico, o diretor financeiro da companhia, Marcelo Habibe, revelou que o prejuízo é resultado das perdas pela variação cambial do contrato de um navio em Sergipe. A atividade principal da Eneva é a geração de energia elétrica através matrizes diversificadas, como carvão mineral, gás natural e fontes renováveis. Então, tá!

Dúvida atroz

Como perguntar não ofende: alguém sabe o tamanho dos incentivos fiscais oferecidos pelo governo de Sergipe para atrair de volta o setor de compras da rede Gbarbosa? Há cerca de 10 anos, o grupo Cencosud mudou-se de mala e cuia para a Bahia de olho gordo nos incentivos oferecidos pelo governo baiano. Se está de volta é porque Sergipe ofereceu mais vantagens em troca de uma parceria visando a geração de empregos para os jovens. A questão é saber quanto o Estado está perdendo para o Cencosud ganhar nesse retorno. Misericórdia!

Respeite a história

A deputada federal Yandra de André (UB) tem dito na propaganda partidária que os 131.471 votos dados à ela, em 2022, representam a maior votação da história de Sergipe. Não é verdade! Em 1982, o ex-governador Augusto Franco foi eleito para a Câmara Federal com 102 mil votos, considerada à época a maior votação proporcional do Brasil. Ressalte-se que há 40 anos o eleitorado era bem menor. Basta recorrer aos percentuais alcançados por ambos para verificar que Augusto Franco teve muito mais votos do que Yandra. Enquanto a fidalga foi votada por 11% dos eleitores, a votação do ex-governador representou 34% dos votantes, portanto, mais de um terço do eleitorado sergipano. Aff Maria!

Carnificina condenada

A sergipana por adoção Vera Lúcia (PSTU) tem participado de todos os atos em protesto contra a matança de crianças e mulheres palestinas pelo Exército de Israel. Candidata derrotada à Presidência da República, a ilustre lamenta que as atrocidades praticadas “pelo Estado racista e terrorista de Israel na Faixa de Gaza sejam acobertadas e defendidas pela enorme maioria dos governos mundiais e, de forma particularmente asquerosa, pela imprensa burguesa”. Vera ressalta que, há mais de 70 anos, “o povo palestino têm lutado heroicamente por suas terras e vidas”. Crendeuspai!

Blá-blá-blá político

PCdoB e PSD exibem propaganda partidária em rede nacional de rádio e televisão a partir de hoje. As inserções serão transmitidas na programação noturna das emissoras, sempre entre 19h30 e 22h30. No total, serão 15 minutos de propaganda partidária, distribuídos da seguinte maneira: dois minutos e meio para o PSD e mesmo tempo para o PCdoB nesta terça e na próxima quinta-feira; e cinco minutos para o PSD no sábado. A propaganda partidária transmite mensagens sobre a execução do programa do partido e divulga as atividades congressuais da legenda e o posicionamento em relação a temas políticos e ações da sociedade civil. Haja paciência!

Riachão de luto

A população de Riachão do Dantas está enlutada pela morte do secretário municipal do Meio Ambiente, Chiquinho Boaventura. Vítima de câncer, ele morreu no último domingo. Em nota, a prefeita Simone de Dona Raimunda (PSD) disse que Chiquinho “viveu e trabalhou pelo nosso município até o último instante. Dedicou seu tempo e cuidado às necessidades dessa terra tão amada por ele”. Chiquinho era irmão do ex-deputado estadual Nelson Araújo. O ex-governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), também lamentou a morte prematura de Boaventura: “Um profissional sempre muito competente e amigo de longas datas”. Descanse em paz!

Consciência negra

Promovidas pela Escola do Legislativo de Sergipe, as comemorações pelo Dia da Consciência Negra terão a participação da ex-ministra dos Direitos Humanos do Brasil, Luislinda Valois. A distinta é um dos nomes mais importantes do Brasil na luta e nos debates pela defesa dos negros. O evento ocorrerá entre os dias 20 e 23 deste mês, com a realização de debates, exposições, palestras e lançamento de livro. A abertura acontecerá às 9 horas do próximo dia 20, no prédio da Assembleia, com a exposição do artista Guga Viana, denominada ‘Arte in África’. Prestigie!

Aposta na educação

O deputado federal João Daniel (PT) fez discurso na Câmara elogiando a gestão do presidente Lula (PT) por priorizar investimentos na educação. Como exemplo da nova política, o parlamentar petista citou a inauguração do campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia no município de Poço Redondo, no semiárido de Sergipe. Inaugurada em maio passado, a unidade educacional estava pronta há mais de dois anos, porém permanecia fechada por falta de professores e de equipamentos. Daniel afirmou que o governo federal tem pela frente o desafio de reconstruir um grande projeto de educação para o povo brasileiro. Então, tá!

Bico seco

A anunciada privatização de parte da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) será debatida hoje, na Câmara Municipal de Aracaju. O presidente do sindicato dos empregados da estatal, Silvio Sá, garante que se a venda da empresa for sacramentada, os sergipanos vão pagar o pato. Segundo ele, enquanto em Aracaju gasta-se R$ 400 para fazer uma ligação de água tratada, em Maceió, após a venda Companhia de Saneamento de Alagoas, o mesmo serviço custa R$ 1,5 mil. Sílvio, no entanto, pisa na bola quando afirma que não há falta d’água na capital sergipana. Alguém precisa levá-lo a bairros como Coroa do Meio, Atalaia Velha e 18 do Forte, onde o precioso líquido é coisa raríssima. Home vôte!

Recorte de jornal

 

 

 

 

 

 

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 17 de janeiro de 1919.

Esta coluna é publicada pelos seguintes sites:  DestaquenotíciasInfonetFaxajuLuxoajuLeiamaisba, Espaço Livre e nos jornais online Zona Sul e e EncontrAqui news.

É editor do Portal Destaquenotícias

Leia também