Aracaju, 13 de abril de 2024

Emília quer repetir João Alves nas eleições deste ano em Aracaju

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
19

Por Adiberto de Souza *

Pré-candidata à Prefeitura de Aracaju, a vereadora Emília Corrêa (PL) deve se mirar no pleito de 2012 para se eleger agora em 2024. Naquele ano, a direita encabeçada pelo saudoso João Alves Filho apostou no desgaste do governo Marcelo Déda (PT) e na ausência de um nome forte no grupo da situação para conquistar o comando da capital sergipana. Deu certo: o experiente João derrotou o jovem Valadares Filho ainda no 1º turno, com uma diferença superior a 15% dos votos. Recém filiada ao PL, Emília tentará obter o apoio maciço dos bolsonaristas e demais partidos da direita para enfrentar os desunidos governistas. Assim como fez João Alves em 2012, a pré-candidata também vai focar no desgaste natural do governo Mitidieri (PSD), malvisto pelo conjunto dos servidores públicos e após quase um ano e meio de um mandato com muitas festas e poucas obras. Embora não confesse nem sob tortura, a vereadora torce que o seu adversário não seja o secretário estadual Luiz Roberto (PDT). Em isso ocorrendo, certamente o bem avaliado prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) não deve se empenhar muito pela vitória do postulante governista, seja ele ou ela quem for.  Portanto, se os liderados pelo governador Fábio Mitidieri não abrirem os olhos, Aracaju voltará a ser administrada pela direita, 12 anos depois da fragorosa vitória do veterano João Alves Filho. Simples assim!

O caldo engrossou

Após manifestações locais de apoio à advogada Bruna Hollanda, que acusa o colega de profissão Ricardo Almeida de estupra-la, o Conselho Federal da OAB divulgou nota exigindo rigorosa apuração do caso. Na nota, o presidente da OAB nacional, Beto Simonetti, destaca a luta da entidade “contra todas as formas de violência e discriminação, sobretudo nos casos de violência contra a mulher, que são abjetos e repugnantes”. Também ontem, a Polícia Civil informou ter indiciado o acusado Ricardo Almeida pela prática de crime sexual. Crendeuspai!

Violência doméstica

Dez dias após o secretário de Turismo de Sergipe, Marcos Franco (MDB), ter se afastado do cargo para se defender da acusação de infringir a Lei Maria da Penha, o governador Fábio Mitidieri (PSD) instituiu o Plano Estadual de Prevenção e Enfrentamento à Violência Contra a Mulher. Acusado de violência doméstica pela esposa, o empresário Marcos Franco cumpre medida protetiva determinada pela Justiça, mas não foi exonerado. Segundo a Secretaria Estadual de Comunicação, o Plano de Prevenção anunciado pelo governo Mitidieri “representa mais um avanço na defesa dos direitos e desenvolvimento de mais políticas para as sergipanas”. Ah, bom!

Braços cruzados

Os professores da rede estadual cruzam os braços nesta sexta-feira para exigir respeito à carreira do magistério, uma gestão democrática, autonomia docente e educação de qualidade social. A paralisação também visa protestar contra o projeto do governo Mitidieri de entregar a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) à iniciativa privada. Além dos professores e empregados da estatal ameaçada de privatização, outros servidores públicos participam de uma marcha que sairá da porta da Deso e seguirá pelas ruas e avenidas do centro de Aracaju. Misericórdia!

E tome festa!

O governador Fábio Mitidieri (PSD) não escondeu a alegria ao anunciar o Lagarto Folia, micareta agendada para os dias 26, 27 e 28 de abril naquela cidade da zona sul de Sergipe. Ao receber de seu secretário Fábio Reis (PSD) a camisa-convite para participar da folia, Mitidieri elencou as atrações já contratadas: Harmonia, Psirico, Léo Santana, Timbalada, Banda Eva, Cheiro de Amor, etcétera e tal: “Aliás, uma das maiores festas do estado, a maior pipoca do estado”, comemorou o animado governador. É por aí que a banda toca. Marminino!

Política machista

A política partidária continua machista. Maior prova dessa discriminação é a Lei reservando 30% das vagas de cada partido para candidaturas femininas. Admitamos que essa não é a forma mais justa de garantir a representação política da mulher. Ademais, mesmo com tal exigência legal, na prática, as candidatas costumam ser pouco competitivas e nunca contam com o apoio das legendas, quase todas comandas por homens. Pelo visto, ainda levaremos muito tempo para alcançarmos, particularmente na política, a plena igualdade de direitos nas relações entre homens e mulheres. Cruz, credo!

A vez dos oportunistas

A cada dia cresce em Aracaju o número de oportunistas sonhando em se eleger prefeito ou vereador agora em 2024? Figurinhas que jamais defenderam os interesses da população andam por aí abraçando o povo, dando tapinhas nas costas e prometendo mundos e fundos aos eleitores desavisados. Com a proximidade da campanha eleitoral, os aracajuanos vão receber as visitas daqueles eternos candidatos, que só aparecem de quatro em quatro anos, tal qual a copa do mundo. Ao cidadão, aconselha-se abrir os olhos e fechar as casas, pois essa turma é mais grudenta do que carrapato. Arre égua!

Foram às urnas

Os médicos cooperados da Unimed Sergipe elegeram, ontem, uma nova diretoria para a entidade. A chapa encabeçada pelo médico Augusto Cézar Esmeraldo sagrou-se vitoriosa e vai administrar a cooperativa pelos próximos quatro anos. Também integram a nova diretoria os médicos Antônio Franco Cabral, Edney Freire Caetano, Wolney Araújo, Daniel Bispo Filho, Wolney Maciel de Carvalho Filho, entre outros. A posse dos eleitos está agendada para esta sexta-feira. Boa sorte a todos!

Passo de cágado

Iniciada pelo governo de Sergipe no distante 2014, a rodovia SE-255, ligando Itaporanga a Itabaiana, não tem prazo para ser concluída. Com apenas 52 quilômetros de extensão, a estrada é de fundamental importância para desafogar o trecho da BR-235, entre Itabaiana e Aracaju. Por conta da demora do governo em concluir a obra, o poderoso Grupo Maratá desistiu de construir um moderno frigorífico nas imediações da rodovia inacabada. Outro empresário deu com os burros n’água ao edificar um posto de combustíveis na interminável estrada. Home vôte!

Privatização em debate

A Comissão de Integração Nacional e Desenvolvimento Regional da Câmara Federal aprovou o requerimento do deputado João Daniel (PT) para debater a entrega à iniciativa privada da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso). O parlamentar pretende discutir as consequências negativas da privatização para o desenvolvimento socioambiental e econômico do estado. Segundo Daniel, a água não pode ser tratada como mercadoria, pois é um bem comum e um direito de todos: “O que devemos fazer é cuidar e trabalhar para que todos tenham acesso e sem cobranças abusivas”, afirma o petista. Então, tá!

Recorte de jornal

 

 

 

 

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 14 de fevereiro de 1909.

Esta coluna é publicada pelos seguintes sites:  DestaquenotíciasInfonetFaxajuLuxoajuLeiamaisba, Espaço Livre e no jornal online Zona Sul.

É editor do Portal Destaquenotícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também