Aracaju, 16 de junho de 2024
Search

Alessandro comemora anúncio da construção do Campus UFS em Estância

Comissão de Segurança Pública (CSP) realiza reunião para analisar projetos, entre eles o PL 2.253/2022 que trata da monitoração eletrônica do preso, prevê a realização de exame criminológico para progressão de regime e extingue o benefício da saída temporária. 

Em pronunciamento, à bancada, senador Alessandro Vieira (PSDB-SE).

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Alessandro Vieira (MDB/SE) comemorou o anúncio feito pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta segunda-feira (10), que confirmou o investimento de R$ 5,5 bilhões do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para unidades federais. A construção do Campus da Universidade Federal de Sergipe (UFS) em Estância está incluída na lista de projetos financiados pelo Novo PAC.

“A notícia é muito boa, está confirmado aqui para Sergipe mais um campus da Universidade Federal no interior, agora na cidade de Estância vai ser instalado um campus e a gente continua na luta pelo campus de Propriá. A expansão da UFS e a construção desses dois campus foram uma demanda nossa junto ao ministro da Educação, Camilo Santana, e ao presidente Lula. A educação superior garante mais emprego, mais renda e desenvolvimento do nosso estado. Grande notícia, parabéns para Estância”, comemora Vieira.

O anúncio feito pelo presidente Lula nesta segunda-feira durante reunião no Palácio do Planalto com reitores das universidades federais, confirmou os investimentos do Novo PAC para realizar melhorias nas universidades e hospitais universitários já existentes, e para a criação de 10 novos campus, incluindo o de Estância.

Dos R$ 5,5 bilhões, R$ 3,7 bilhões serão usados para obras em câmpus já existentes, como a criação de salas e laboratórios, R$ 600 milhões serão para novos câmpus, e R$ 1,75 bilhão para reformas em hospitais universitários. De acordo com o ministro, serão 223 novas obras, 20 que já estão em andamento e 95 que serão retomadas. Já o número de hospitais universitários contemplados será de 31, com 37 obras.

“A expansão da universidade federal vai garantir diversos benefícios para as regiões, impulsionando a economia local, além de oferecer a formação de profissionais capacitados para enfrentar os desafios do desenvolvimento do estado. É um marco significativo para o futuro educacional de Sergipe”, reforça Alessandro.

Foto Edilson Rodrigues/Agência Senado

Leia também