Aracaju, 16 de agosto de 2022

Deputado João Daniel diz que não se pode dar trégua a governo golpista

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O deputado federal João Daniel (PT/SE) cobrou investigações bem apuradas e punição de todos os crimes cometidos pelo governo Bolsonaro e tudo que vem ocorrendo no Brasil, inclusive as práticas em torno das manifestações do último 7 de setembro. Para ele, a oposição e os setores democráticos deste país não podem dar trégua a esse governo golpista, baseado em fake news.

“O governo Bolsonaro é um governo que não tem nenhum respeito à democracia, não tem nenhum respeito ao povo brasileiro e às instituições democráticas. É preciso que as investigações sejam feitas, apuradas, e que todos sejam punidos diante de tudo que ocorreu e vem ocorrendo no Brasil, incluindo as manifestações antidemocráticas de 7 de setembro, os financiamentos e vídeos de pagamento para as pessoas virem aos atos”, disse, durante a sessão da Câmara nesta quarta-feira, dia 15.

Ele acrescentou que não se pode usar a bandeira do Brasil, os ideais de uma Pátria para dar golpe e deixar a população na miséria e na fome, como é hoje a situação do povo brasileiro. “E a tendência é piorar, porque não há nenhum projeto de melhoria por parte de Paulo Guedes [ministro da Economia] e de Bolsonaro”, destacou.

PEC 32

Ainda em seu pronunciamento, João Daniel, que é membro da Comissão Especial da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32, ressaltou que é preciso que a população brasileira cobre dos parlamentares um posicionamento contrário à PEC. “Esta proposta é para tirar o acesso à saúde pública do povo brasileiro, para não funcionar os postos de saúde, para não haver os hospitais públicos, que fazem atendimento emergencial a toda população. É transformar saúde, educação e outros serviços em negócio para a elite brasileira e as empresas. Por isso não podemos deixar de cobrar, povo brasileiro, de todos os parlamentares o voto contrário à PEC 32, para que este Plenário derrube e, assim, imponhamos mais uma derrota ao governo Bolsonaro”, afirmou, ao ressaltar a sua defesa dos servidores públicos, do serviço público e, consequentemente, da boa prestação de serviço a toda população.

Foto assessoria

Por Edjane Oliveira

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também