Aracaju, 16 de junho de 2024
Search

Governador lança ‘Sergipe no Mundo’ para intercâmbio de estudantes da rede estadual

slide_560bb0eadd7d72e00864f82a840091a1

A tarde desta segunda-feira, 10, foi de celebração para a Educação de Sergipe com o anúncio do Governo do Estado de uma série de iniciativas em prol de estudantes e educadores. O governador Fábio Mitidieri reuniu a comunidade escolar para lançar o Programa Sergipe no Mundo; apresentar o Centro Estadual de Idiomas (CEI) e autorizar o processo licitatório para construção do Centro de Formação de Professores (Cefor). Na oportunidade, foi realizada a premiação do Educação Nota 10 para os 100 estudantes destaques do Enem 2024, assim como do Prêmio Escola Destaque – Alfabetizar pra Valer. A solenidade aconteceu no Conservatório de Música de Sergipe.

“Estava ansioso para poder lançar o Sergipe no Mundo, que vi em outros em outros estados e quis fazer a nossa versão. Vamos mandar 100 jovens para estudar no exterior, 50 por semestre. Temos como prioridade melhorar cada vez mais a educação, pois o futuro que eu quero é de uma educação mais inclusiva, de mais oportunidades pra cada um de vocês”, disse Fábio Mitidieri ao se dirigir aos estudantes presentes.

O Sergipe no Mundo tem entre os principais objetivos a valorização do ensino de línguas no Ensino Médio da rede pública estadual. O programa possibilita a concessão de bolsas de intercâmbio e de auxílio aos estudantes da rede.

O edital já está disponível no site da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (Seduc) para quem desejar se inscrever para concorrer a uma das vagas. Neste ano, serão 50 estudantes do Ensino Médio, com idade mínima de 14 anos, beneficiados a cada semestre, a partir de um investimento de R$ 4.335.000,00. Canadá, Irlanda, Estados Unidos, Reino Unido (Inglaterra) e Espanha são os países que receberão os estudantes sergipanos selecionados.

A estudante, Sarah Campos, concluiu o Ensino Médio no Colégio Estadual Jackson Figueiredo recentemente e foi aprovada para o curso de Psicologia na UFS. Para a jovem, o Sergipe no Mundo oportunizará aos estudantes sergipanos uma nova perspectiva de futuro.  “É algo que venho esperando há muito tempo, inclusive eu não imaginava que um dia fosse ser realidade. Desde criança estudo outros idiomas por conta própria, cheguei a fazer curso por um tempo, mas a gente sabe que não é todo mundo que tem condição, assim como eu que não consegui continuar.  E poder ver tanto a escola de idiomas quanto o Sergipe no Mundo funcionando e colaborando para colocar os estudantes da escola pública nesse patamar, em outro país, é emocionante de verdade de se ver”, explanou a estudante, que foi uma das premiadas da solenidade pelo bom desempenho no Enem.

Centro Estadual de Idiomas

Como parte das ações do programa de internacionalização da educação básica na rede estadual, o Centro Estadual de Idiomas (CEI) foi criado para a oferta exclusiva de aulas de Língua Inglesa, Espanhola, Francesa e Libras para estudantes e profissionais da rede estadual de Sergipe.

Inicialmente, serão 30 turmas, com aulas que perfazem 2h semanais, totalizando 240 mensais e 2.400 horas anuais, em 10 meses de aulas. Os alunos ingressarão no CIE por meio de Processo Seletivo Simplificado no nível básico ou nivelamento.

O vice-governador e secretário de Estado da Educação e da Cultura, Zezinho Sobral, destacou que as escolas estaduais terão a oportunidade de ofertar 600 vagas em dez polos das Diretorias Regionais de Educação e Diretoria de Educação de Aracaju (DEA). “Abriremos espaço para que os nossos alunos possam finalmente ter a oportunidade de aprender idiomas. O Estado tem se dedicado à Educação e estamos avançando. A educação pública vai além do conhecimento científico, é uma responsabilidade social que cada um tem que desenvolver, fruto do trabalho dos professores, da gestão das escolas e de toda essa equipe pra formar cidadãos”, reforçou Zezinho.

Prêmio Educação Nota 10

A premiação do Educação Nota 10 contemplou estudantes aprovados no Enem, que obtiveram as 100 maiores notas na chamada regular do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Universidade Federal de Sergipe (UFS) e Instituto Federal de Sergipe 2024. Ao todo, foram investidos R$ 290.000,00 na premiação deste ano.

Do Centro de Excelência Abdias Bezerra, em Ribeirópolis, o estudante Marcelo Rezende conquistou a primeira colocação no Educação Nota 10 e foi premiado com R$ 5 mil, além de uma poupança de R$ 2 mil do Banco do Estado de Sergipe (Banese). O estudante enalteceu a iniciativa assim como todo o esforço que vem sendo feito pelo Estado para a formação de jovens que sejam cidadãos atuantes na sociedade. “O prêmio muito mais que um incentivo, é um marco. O Ensino Médio na rede estadual me ensinou muito sobre cidadania, aprendi muito  como ser humano. Tanto quanto ser bom em Ciências Humana ou da Natureza, acho que a gente tem que sair da escola preparado para ser cidadão.

O aluno completou que ser cidadão é olhar um problema e agir para tentar acabar com aquela questão. “Acredito que a gente, formados da rede estadual, quanto maior o nível de capacitação, maior a capacidade de transformar a vida de outras pessoas. E agora, por exemplo, todos nós que saímos da rede estadual, temos a capacidade de transformar a vida das pessoas”, defendeu o jovem, que foi aprovado em Engenharia da Computação na UFS”, disse.

Centro de Formação

O objetivo do Centro de Formação e Inovação Educacional de Sergipe  (Cefor) é dispor de um programa de formação mais adaptado à realidade da escola básica, que de fato apoie a docência nas atividades didáticas. Por meio de parcerias, o intuito é melhorar as ofertas de cursos de atualização (40 horas), cursos e programas de extensão e de aperfeiçoamento (180 horas). Há a possibilidade ainda da oferta de cursos de pós-graduação. O Cefor receberá um investimento total de R$ 10.859.520,90 e contará com auditório e salas dos conselhos.

Foto: Arthur Soares

Leia também