Aracaju, 16 de agosto de 2022

Luciano Bispo diz que PDES revela potencialidades para investimentos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

“Desde o princípio a nossa preocupação foi de produzir um material vasto e expressivo, algo que sinalizasse para os empresários do nosso Estado as potencialidades de cada município sergipano, de cada região. São eles os investidores que vão ajudar nesse processo de retomada econômica, assegurando o que o nosso povo mais precisa neste momento: geração de emprego e renda”.

A explicação é do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Luciano Bispo (MDB), durante entrevista no programa “Política com Café”, da Rádio Web Metrópole de Aracaju. O parlamentar respondeu aos questionamentos sobre temas variados formulados pelos apresentadores Eduardo Barbosa, Raildo Queiroz e Sandoval Júnior.

Luciano explicou as razões pelas quais o Poder Legislativo empreendeu a construção, em parceria com a Fundação Dom Cabral, do Plano de Desenvolvimento Sustentável de Sergipe (PDES), inclusive citando as audiências do Fórum Itinerante para exposição do Plano nas Câmaras Municipais do Estado. “Nossa intenção é tirar esse Plano do papel, colocá-lo em prática”.

O presidente da Alese disse ainda o PDES busca revelar todas as potencialidades de cada região do Estado, valorizando as características locais e servindo de base para os investidores. “Hoje o desemprego assola as nossas cidades e muitas prefeituras não suportam mais empregar tanta gente. Nós buscamos esse Plano para apontar onde é melhor investir, qual a vocação daquela comunidade”.

Luciano Bispo explicou que não se trata de fazer o papel do Executivo, mas do Legislativo dar sua parcela de contribuição para o desenvolvimento do Estado. “Quando não se tem oportunidade, o desemprego e a fome se associam à criminalidade, à prostituição e ao maior consumo de drogas. É contra essa violência social que a Assembleia Legislativa está atuando”.

Foto: Neu Fontes

Por Habacuque Villacorte

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também