Aracaju, 18 de julho de 2024
Search

A descriminalização da maconha e a influência do tráfico nas instituições

20

Quando pensou em fazer este comentário, o titular da coluna sabia do cuidado que precisava ter em pontuar sobre um tema tão polêmico, e que parece guardado “a sete chaves” por diversos setores, inclusive por boa parte da imprensa brasileira. A polêmica sobre a absurda descriminalização do porte da droga para consumo pessoal. O argumento de proteção de negros e pobres das periferias, que são discriminados, é algo extremamente “raso”, considerando os impactos negativos dos entorpecentes.

A primeira e mais dura posição – mas muita gente não está preparada para este debate – é que não vivemos no Reino Unido ou em uma Nação da Europa, que preza pela Educação dos seus cidadãos. Não temos estrutura emocional e sequer somos racionais para discutir o “uso pessoal” da maconha. Vivemos no País do “jeitinho”, onde as forças de segurança não escondem a frustração, quando demandam uma forte estrutura pessoal e de equipamentos, mas assistem a Justiça “soltando” em seguida…

Estamos falando de um País onde o aumento das taxas de criminalidade assustam cada vez mais, onde em determinadas metrópoles o cidadão comum fica acuado, “preso” em condomínios fechados, completamente monitorados, vítimas da violência, onde os criminosos são brancos, negros, filhos das periferias ou da alta sociedade. É evidente que temos “inocentes” ou são contaminados ou são forçados pelo crime, mas não é descriminalizando o consumo da maconha que vamos encontrar uma solução.

Um erro grosseiro de membros do Supremo Tribunal Federal (STF) que sequer levaram em consideração a representatividade legal do Congresso Nacional. Um nítido exemplo em que o Judiciário “legisla”…e a principal discussão que diversos setores, inclusive a imprensa tentam esconder, é a efetiva participação do crime organizado, a influência cada vez maior do tráfico de drogas nas instituições brasileiras. É triste, mas vivemos sim sob uma inversão de valores…

Temos hoje advogados, médicos e outros profissionais que são “financiados” pelo tráfico de drogas, em universidades públicas e, principalmente, em instituições privadas de ensino superior; temos, lamentavelmente, políticos “encobrindo” o crime organizado, membros de forças de segurança que são corrompidos e, inclusive, representantes da lei e da ordem. É um cenário assustador tanto para quem arrisca a vida para combater o tráfico quanto para quem exige respostas enérgicas das forças de segurança.

Descriminalizar o consumo da maconha em um País como o Brasil é fortalecer ainda mais o crime organizado, expõe a fragilidade das forças de segurança e passa a impressão de que quando você não pode com o inimigo, o melhor é junta-se a ele! É esta a discussão que precisa ser feita, mas as inúmeras ramificações da violência não deixam. Talvez seja o momento de quem ainda não está “corrompido” pelo “Sistema” e de levantar e reagir. Pelo bem das futuras gerações e da nossa Pátria Amada…

Veja essa!

Nos bastidores do mundo político a informação que chega para este colunista é que uma pré-candidatura para a Prefeitura de Aracaju começa a “dissolver” por conta das “circunstâncias” e um anúncio oficial poderá ser feito até o próximo dia 20. A leitura é que não há chances de vitória…

E essa!

Outra informação exclusiva sobre os bastidores dessa pré-candidatura é que alguns pré-candidatos a vereador já estão dialogando com outra pré-candidatura para a PMA, que visivelmente teria mais chances de êxito nas urnas. A turma da eleição proporcional de uma determinada legenda teme não eleger ninguém, apesar do barulho…

É profissional!

Certo dia em um comentário este colunista defendeu que a política atual está cada vez mais profissional e não permite determinados comportamentos “amadores” ou sem a “experiência” necessária. Eleição é brincadeira, não é apenas “querer”; existem diversos outros fatores em jogo…

Exclusiva!

Outra informação é que nos bastidores da pré-candidatura a prefeito de Luiz Roberto (PDT) se intensificaram as discussões sobre quem será o vice na chapa encabeçada pelo pedetista. As conversas já teriam sido iniciadas e a “lógica” deve prevalecer neste sentido. É aguardar…

Emília no dia 22

A informação é que a candidatura a prefeita de Aracaju da vereadora Emília Corrêa (PL) será lançada em um ato político que está sendo previamente organizado para acontecer no próximo dia 22. A dúvida ainda está em quem será seu pré-candidato a vice. As Convenções serão iniciadas já no dia 20…

Georgeo Passos I

O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) usou o grande expediente da sessão plenária desta terça-feira (2) para cobrar do governador do Estado o encaminhamento do reajuste salarial para as forças de segurança e para o magistério. Para o parlamentar, agora que passou os festejos juninos, é hora do Governo esquecer as festas e olhar para os servidores.

Georgeo Passos II

“Agora que passou o São João, espero que Mitidieri volte a abrir o canal de diálogo com os professores sergipanos, que já fizeram duas paralisações esperando que o governador ouça e negocie as reivindicações das categorias. E, é claro, não podemos esquecer dos policiais civis, militares e o Corpo de Bombeiros que também aguardam pelo projeto de lei com o reajuste”, comentou Georgeo.

Georgeo Passos III

O deputado lembrou da importância dessas duas categorias para o Estado de Sergipe e o quanto é importante a valorização e o reconhecimento através do salário. “É hora do Governo olhar para eles e ofertar o que é merecido. Outras categorias já receberam aumentos este ano, mas falta lembrar dos nossos professores, policiais e bombeiros. Faço um apelo para que o Governo possa encaminhar essa pauta”, finalizou Georgeo.

Paulo Júnior

O deputado estadual Paulo Júnior (PV) recebeu representantes dos sindicatos dos assistentes sociais e dos psicólogos para debater o projeto de restruturação do Sistema Único de Assistência Social (Suas/SE), assinado pelo governador e que deve chegar à Alese nesta semana. Na avaliação de PJ, o texto precisa ser debatido com as categorias. “O Projeto institui o Plano de Cargos, Carreira e Vencimentos para os servidores civis do Grupo Ocupacional do Sistema Único de Assistência Social (Suas/SE). Contem com nosso mandato na construção das carreiras em conjunto com as categorias”, disse.

Cícero do Santa Maria I

O vereador Cícero do Santa Maria (Podemos) denuncia o péssimo atendimento prestado por um determinado médico na Unidade Básica de Saúde (UBS), José Calumby Filho, no conjunto Bugio. De acordo com o parlamentar, que esteve em uma reunião com várias famílias da região, diversas pessoas fizeram esse mesmo relato. “Não podemos aceitar que um profissional da saúde, que está no posto para dar auxílio à população, que vai procurar o atendimento já fragilizada, possa destratar as pessoas dessa forma”, afirmou Cícero.

Cícero do Santa Maria II

O parlamentar ainda ressaltou que essa falta de acolhimento, por parte do profissional, é com todos os usuários do posto de saúde. “Inclusive mulheres grávidas e tenho certeza de que a Secretaria da Saúde não sabe desse fato, mas precisa tomar providencias urgentes”, enfatizou.  Cícero do Santa Maria voltou a cobrar a volta dos vigilantes nas unidades de saúde de Aracaju. “Na semana passada, nesse mesmo posto do Bugio, uma funcionária foi agredida verbalmente, ameaçada por um usuário e teve que sair escoltada porque não tem vigilância. Volto a dizer que as câmeras de monitoramento não trazem segurança. Precisa ter a volta do vigilante”, ressaltou.

Pastor Diego I

O vereador Pastor Diego (União), fez um apelo ao Congresso Nacional, em especial à Câmara dos Deputados, para agilizar a tramitação da PEC 45. A proposta visa criminalizar a posse e o porte de qualquer quantidade de drogas, revertendo a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que descriminalizou a posse e o porte de drogas em até 40 gramas.

Pastor Diego II

O parlamentar criticou a decisão do STF, alegando que esta facilita e incentiva o uso e o tráfico de drogas no país. Ele argumentou que a descriminalização prejudica a sociedade, especialmente os jovens, que muitas vezes entram no mundo das drogas a partir do consumo de substâncias consideradas “leves”, como a maconha.

Pastor Diego III

 “A decisão de descriminalizar facilita e incentiva o uso, o consumo e o tráfico de drogas em nosso país. Minha esperança é que o Congresso Nacional possa se posicionar e chamar o ‘feito a ordem'”, declarou o vereador, convidando aqueles que discordam de sua posição a visitar instituições de recuperação para entender os impactos negativos das drogas.

Infraestrutura

Pastor Diego também comemorou a conclusão das obras de recuperação asfáltica no Conjunto Celuta Porto, uma demanda antiga dos moradores do bairro Jabotiana. Graças às suas emendas impositivas, o projeto se tornou realidade, melhorando a qualidade de vida na comunidade. “Este é um grande avanço para a região. Vínhamos trabalhando desde o início do mandato e, com as nossas emendas impositivas, o sonho da comunidade se concretizou. É uma vitória coletiva que fortalece nosso compromisso com a infraestrutura e o bem-estar da população”, celebrou o vereador.

Laércio Oliveira I

O senador e integrante da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), Laércio Oliveira (PP-SE), foi designado relator do PL 327/2021, que institui o Programa de Aceleração da Transição Energética (PATEN), na Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado Federal. O objetivo é incentivar projetos de desenvolvimento sustentável com recursos de créditos de empresas perante a União.

Laércio Oliveira II

Aprovado em março na Câmara dos Deputados, o projeto prevê condições especiais de financiamento e a criação de um fundo verde, a ser administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para projetos de energias renováveis. A proposta considera como desenvolvimento sustentável projetos de obras de infraestrutura, expansão ou implantação de parques de produção energética de matriz sustentável, pesquisa tecnológica ou desenvolvimento de inovação tecnológica que proporcionem benefícios socioambientais ou mitiguem impactos ao meio ambiente.

Laércio Oliveira III

Para o senador Laércio, o projeto é de grande importância para o setor energético do país. “Assumi recentemente a imensa responsabilidade de relatar o projeto que institui o PATEN. Já estamos conversando com todo o setor e os parlamentares para a elaboração de um documento, o mais rápido possível, com a atenção devida que o assunto merece”, declarou o parlamentar.

Emenda

Na comissão, o projeto já recebeu uma emenda do senador Zequinha Marinho (Podemos-PA), que inclui a adoção de ações por parte da União para viabilizar a contratação de energia elétrica de usinas de recuperação energética de resíduos sólidos. Segundo o senador, a compra de energia produzida por essas usinas será feita pelas distribuidoras de energia e cobrada na tarifa ou por meio de encargo de incentivo à energia renovável.

 Alô Boquim!

A Câmara de Boquim, através da sua Assessoria de Comunicação, foi a primeira Casa Legislativa de Sergipe a lançar um aplicativo para celular que mostra de forma atualizada todas as suas atividades. Ele está disponível no Google Play e na App Store e vai garantir mais transparência à atuação da Nova Casa do Povo.

Transparência

No aplicativo, os boquinenses vão encontrar basicamente tudo o que está no site: quem são os vereadores, notícias atualizadas, Ouvidoria Legislativa, TV Câmara, Proposições, Legislação, Mesa Diretora, Transparência e Acesso à Informação, Comissões, Presença em Plenário, Pautas das Sessões Plenárias, Relatórios e Atas das Sessões Plenárias, além de Webmail. O aplicativo foi desenvolvido pela Gênesis Governança Pública e Corporativa, uma empresa genuinamente sergipana e que trabalha focada no Gerenciamento de Atos Legislativos.

Yandra Moura I

A deputada federal e pré-candidata a prefeita de Aracaju, Yandra Moura (União) reuniu cerca de 120 pastores, dirigentes e obreiros da Assembleia de Deus para conversar sobre propostas para o futuro de Aracaju.

Yandra Moura II

Defensora de pautas evangélicas, Yandra tem tido um diálogo permanente de líderes evangélicos. “A fortaleza que vocês são como evangelizadores, pelos trabalhos com as famílias, libertando os jovens do mundo das drogas, através da palavra. Vocês chegam muitas vezes onde o poder público não consegue chegar, então são fundamentais neste processo da construção de uma Aracaju melhor”, disse Yandra.

Yandra Moura III

Yandra tem demonstrado preparado e qualificação para cuidar dos destinos de Aracaju. “No executivo a gente consegue estar mais próximo da população e este é meu grande sonho, estar aqui de domingo a domingo cuidado das pessoas, fazendo a coisa funcionar e acompanhando de perto”, revelou.

Capacitação

Foram 45 dias de aprendizado, orientações e prática. Em maio, 150 agentes de Saúde e de combate às endemias começaram o curso de capacitação em Saúde no Trabalho, em Nossa Senhora do Socorro. Na última quinta-feira (27), um encontro marcou o encerramento do curso, no auditório do Centro de Excelência Profissionalizante Professora Neuzice Barreto.

Agentes de Saúde

As equipes de Saúde, representantes do CEREST Estadual e do município de Nossa Senhora do Socorro, além de representantes da Fundação Estadual de Saúde (Funesa) e do Ministério Público do Trabalho em Sergipe (MPT-SE) participaram da cerimônia de encerramento. O procurador do Trabalho Adroaldo Bispo destacou a grande adesão dos agentes e explicou que esta foi uma iniciativa discutida desde 2009, a partir de estudos sobre os casos de trabalho análogo ao de escravo, as atividades laborais relacionadas e uma pesquisa de campo, onde a população apontou o trabalho dos agentes de Saúde como um serviço público presente e eficaz.

Adroaldo Bispo

“Tenho certeza de que o curso permitiu que eles passassem a perceber os agentes de risco nas atividades desenvolvidas junto às comunidades. São profissionais que se expõem a diversos riscos biológicos, físicos, químicos e até políticos. O objetivo é que, além de identificar os riscos, eles possam compreender que o trabalho também pode ser um fator de adoecimento e, dessa forma, atuem na prevenção”, explicou o procurador.

Alessandro Vieira I

O senador Alessandro Vieira (MDB/SE) realizou a entrega de 16 novos respiradores pulmonares para a UTI Neonatal do Hospital e Maternidade Santa Isabel. O investimento de R$ 1 milhão representa grande impacto para o atendimento à saúde infantil em Sergipe.

Alessandro Vieira II

“O Hospital Santa Isabel é uma entidade centenária, bem gerida e recuperada. Esses respiradores chegam em um momento crítico, reforçando o suporte vital às nossas crianças mais vulneráveis. Em meio à sazonalidade que está afetando os pequenos, esses equipamentos são uma esperança para muitas famílias sergipanas”, destaca Alessandro Vieira.

Alessandro Vieira III

Com 166 anos de existência, o Hospital e Maternidade Santa Isabel é uma referência filantrópica, que se destaca pela excelência no atendimento materno-infantil e cirurgia geral. Atualmente, a instituição oferece cirurgias eletivas tanto pelo SUS quanto particulares. Ao longo do mandato, o senador Alessandro Vieira já destinou quase R$ 2 milhões para fortalecer a instituição. Os recursos foram destinados para aquisição de equipamentos, como aparelho de anestesia, bisturis elétricos, 27 bombas de infusão de seringa e 12 incubadoras neonatal.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

Leia também