Aracaju, 13 de abril de 2024

Gestão exitosa de Priscila Felizola no Sebrae já é referência em Sergipe 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
20

Eleita para o cargo de Superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em Sergipe, no período de 2023-2026, a jovem Priscila Dias Felizola vem surpreendendo com uma gestão exitosa, dando grande visibilidade à instituição, sendo referência no Estado como a primeira mulher a presidir o Sebrae/SE após 50 anos prestando serviços ao povo sergipano. Em sintonia com toda a diretoria executiva, Priscila vai quebrando paradigmas e é um exemplo da força da mulher no comando de uma instituição e sendo efetiva naquilo que se propõe.

E este colunista não está aqui desmerecendo os gestores anteriores do Sebrae, mas sim reconhecendo um trabalho diferenciado e moderno que vem sendo desenvolvido por todos que fazem o Sebrae Sergipe, capitaneado pela gestora Priscila Felizola, que vem conseguindo ser eficiente na proposta de conectar sua instituição com a sociedade sergipana, projetando novas ideias, colocando em prática e apresentando resultados objetivos. Neste 8 de Março, dia Internacional da Mulher, não é exagero qualificar sua gestão exitosa pelo respeito que vem obtendo da sociedade sergipana.

A gestão do Sebrae/Se tem “começo, meio e fim”, ou seja, os projetos têm iniciação, planejamento, execução, controle, monitoramento e encerramento. Um bom exemplo desta experiência foi o “RELOAD”, um evento que foi sucesso de público, abordando temáticas sobre marketing digital, estratégias, redes sociais, dados, vendas, inovação, criatividade, relacionamento e empreendedorismo. Em síntese, trata-se da essência do Sebrae de preparar e impulsionar os negócios, melhorando o relacionamento com os clientes, mas de uma forma moderna através das plataformas digitais.

Inquieta, a gestora Priscila Felizola conseguiu ser ainda mais eficiente no “VIVA SERGIPE”, com uma linguagem moderna e contemporânea, prospectou um grande evento com uma programação extensa de oito dias envolvendo exposições (artesanato), shows e gastronomia. É o Sebrae totalmente conectado com o momento administrativo que Sergipe atravessa, com uma política de valorização e incentivo ao turismo de eventos. Isto é impulsionar o desenvolvimento econômico do Estado, qualificando toda a cadeia produtiva.

Como se não bastasse essa eficiência do Sebrae/SE no desenvolvimento dos micros e pequenos negócios, estimulando o empreendedorismo, a gestão de Priscila Felizola está evoluindo na proposta de fortalecer a presença da instituição em todo o Estado, focando agora também na interiorização através dos escritórios regionais com o “CIDADE EMPREENDEDORA”, um programa de transformação dos municípios que visa direcionar, acelerar e sustentar o processo de desenvolvimento socioeconômico local com foco na melhoria do ambiente de negócios.

Agora em Março o Sebrae/SE inova com o “SUPER MÊS DA EMPREENDEDORA”, com uma proposta que além da interiorização, mas do empoderamento feminino, dentro do projeto “NA ESTRADA COM ELAS”, com edições agendadas para Estância (11), Nossa Senhora das Dores (12), Propriá (13), Lagarto (14) e Itabaiana (15), valorizando diversas microrregiões do Estado. Em pouco mais de um ano na direção do Sebrae/SE, Priscila Felizola valoriza a força da mulher em funções de comando no Estado, superando com resultados objetivos qualquer tipo de preconceito. Já é referência…

Veja essa!

A informação que chega de Brasília é que a pré-candidata à prefeita de Aracaju, a vereadora Emília Corrêa, deve se filiar no PL, mas por uma definição nacional a intenção é que o vice será também do Partido Liberal. A Executiva não abre mão de uma alternativa para a capital sergipana alinhada com a Direita brasileira.

E essa!

Neste sentido a informação é que o vice na chapa de Emília não seria o ex-senador Eduardo Amorim (PSDB), mas possivelmente o deputado estadual Marcos Oliveira (PL), que atua na bancada de oposição na Assembleia Legislativa. O PL, aparentemente, não fará uma composição com a Federação PSDB/Cidadania na majoritária.

De Esquerda

Neste caso o problema não seria o PSDB, mas o Cidadania. No entendimento da Executiva do PL, a legenda nacionalmente tem posicionamentos mais “para a Esquerda e para o governo Lula”, sendo assim seria um complicador a aliança, considerando que o pensamento do PL é segue uma linha completamente diferente.

Bomba!

Mediante um suposto entendimento com o ex-prefeito Valmir de Francisquinho e o empresário e presidente estadual Edivam Amorim, Emília Corrêa deve assinar sua ficha de filiação no PL em um ato que está sendo programado para o próximo dia 16, possivelmente com as presenças de lideranças nacionais da legenda em Sergipe.

Exclusiva!

A informação que este colunista trouxe dias desses agora parece ser oficial: Gedalva Umbaubá teria “batido o martelo” e é pré-candidata à vice-prefeita de São Cristóvão na chapa encabeçada por Júlio Júnior, pré-candidato do prefeito Marcos Santana. O anúncio oficial ocorrerá em breve…

Olha o Cidadania!

O Diretório Municipal de Aracaju do Partido Cidadania reuniu-se e apresenta a Pré-candidatura a Prefeito de Aracaju do filiado Augusto César M. Oliveira, Delegado de Polícia, Especialista em Gestão Estratégica pela UFS, como alternativa real e qualificada para o pleito que se aproxima. “O Diretório reitera seu interesse de diálogo e construção de uma Federação forte, respeitando seus estatutos e as construções partidárias dos pleitos anteriores, se colocando como alternativa política para a sociedade aracajuana”, explica em nota.

Contrários

Na mesma nota do Cidadania há o registro que os membros Ricardo Marques, Sheila Galba e André Sotero (todos pré-candidatos a vereador em 2024) são contrários ao lançamento de uma candidatura própria da legenda em Aracaju.  “Esse Diretório e sua Executiva reafirmam seu compromisso com a democracia e com a boa política, construindo espaços de diálogo e de construções horizontais. Assim esperamos trilhar nosso caminho internamente, dentro da federação e durante todo o pleito de 2024”.

Nota de Repúdio I

A Associação Sergipana do Ministério Público de Sergipe (ASMP), entidade de classe com mais de 80 anos de existência, que congrega 158 associados (as), abnegados (as) Procuradores (as) e Promotores (as) de Justiça, vem a público repudiar a fala do Senador da República Rogério Carvalho Santos, pronunciada nessa quarta-feira (6), na tribuna do Senado Federal.

Nota de Repúdio II

“Sua excelência colocou em xeque a atuação do Parquet sergipano ao mencionar que ‘em algumas comarcas, determinados promotores agem em torno daquele ou daquela que se coloca como adversário do governador’. Essa fala genérica e abstrata, que não descreve o suposto autor do fato, a suposta vítima, o local da conduta, etc., mancha a imagem da instituição e coloca a pecha da arbitrariedade em toda a classe. Quem assim agiu? Em face de quem? Em qual comarca?”, questiona a ASMP em nota.

Nota de Repúdio III

“Como da fala do congressista não se extrai respostas para as perguntas acima, restou apenas a ferida aberta no seio ministerial. Mas se é certo que a chaga não cicatrizará com esta nota de repúdio, mais certo ainda é que a irresignação da classe é a via mais adequada para se contrapor as generalidades disparadas da tribuna do Senado em face do Ministério Público do Estado de Sergipe”, completa a nota a ASMP.

Georgeo Passos I

A Assembleia Legislativa de Sergipe votou e aprovou o projeto de lei para a criação do Protocolo Não se Cale, proposto pelo deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania). A proposta estabelecerá diretrizes a serem implementadas em estabelecimentos de lazer, como bares, eventos festivos, shows, restaurantes, casas noturnas, praças esportivas e similares, visando auxiliar no enfrentamento à violência sexual e ao assédio contra mulheres e meninas.

Georgeo Passos II

O Protocolo Não se Cale Mulher” terá como princípios a celeridade, o atendimento humanizado, o respeito à dignidade e à honra, o resguardo da intimidade e
da integridade física e psicológica da vítima, bem como a preservação de todos os meios de prova em direito admitidos. Em casos de assédio ou violência, a mulher deverá ser prontamente atendida por funcionárias e funcionários do estabelecimento para relatar a agressão.

Georgeo Passos III

“Entre as medidas previstas no projeto estão a capacitação dos profissionais, o atendimento humanizado, o respeito à dignidade e à honra das vítimas, o resguardo da intimidade e da integridade física e psicológica, além da preservação de provas ou qualquer evidência que possa servir a responsabilização do agressor”, explicou o deputado Georgeo Passos.

Formação humanizada

Além disso, o PL prevê que o estabelecimento comercial, ao aderir ao protocolo, deverá implantar as medidas previstas e capacitar os profissionais, a partir de uma formação humanizada, com respeito às diferenças, numa perspectiva de acolhimento da vítima, independentemente da cor, do gênero e da classe social. Além disso, ele terá a responsabilidade de guardar sigilo sobre o conteúdo das informações apresentadas ou do processo de investigação a que tenha conhecimento. “É uma forma de respeito e de preservação da integridade da vítima”, comentou o parlamentar.

Acolhimento

Georgeo comemorou a aprovação da matéria, que segue agora para sanção do Governo. O deputado diz esperar que esse mecanismo auxilie no acolhimento às vítimas e também na punição aos agressores. “Queremos que o Protocolo Não se Cale seja um avanço significativo na proteção dos direitos das mulheres e meninas em situação de vulnerabilidade no estado de Sergipe e que contribua na punição aos abusadores. É uma atenção que essa paute merece”, finalizou.

Responsabilidade Fiscal

Em sua última prestação de contas referente ao ano de 2023, a secretária de Estado da Fazenda, Sarah Tarsila, mostrou os dados do 3º quadrimestre com um balanço de todo o ano, fazendo comparações com 2022. Segundo Sarah, Sergipe foi destaque na arrecadação de receitas próprias, atingindo a marca de R$ 5,58 bilhões, alcançados por meio do recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto sobre Circulação de Veículos (IPVA) e o Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação de quaisquer Bens ou Direitos (ITCMD), o melhor resultado da história. A secretária disse ainda que a Receita Corrente Líquida, que é a arrecadação total dos tributos, obteve o maior crescimento da história: 11,8%, em relação a 2022, atingindo R$ 12,6 bilhões.

Encontro PSD I

O governador Fábio Mitidieri participou de encontro do PSD, no Rio de Janeiro, que define as prioridades do partido para os próximos seis meses. Serão três dias de debates com a presença do Presidente Nacional do PSD, Gilberto Kassab, do líder do partido na Câmara dos Deputados, Antonio Brito, e do Prefeito do Rio, Eduardo Paes, além de demais autoridades. Além do governador, outros nomes do PSD sergipano estão presentes, como Katarina Feitoza, Nitinho Vitale e Fábio Reis.

Encontro PSD II

Ainda no Rio de Janeiro, Mitidieri visitou o Terminal Intermodal Gentileza e ao Impa Tech, na Região Portuária do Rio de Janeiro. O Terminal Intermodal Gentileza foi inaugurado em fevereiro e conecta os serviços do mais novo corredor de BRT (da sigla em inglês, Bus Rapid Transit) da cidade, o BRT Transbrasil, aos do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e dos ônibus municipais. Na sexta, dia 08, o governador já desembarca em Sergipe para evento de lançamento do Plano Estadual de Combate à Violência Contra a Mulher e a abertura da Vila da Páscoa.

Ricardo Marques I

Como forma de homenagear as mulheres e fazer um alerta contra a violência, o vereador Ricardo Marques (Cidadania) realizou pelo segundo ano consecutivo a campanha ‘Em caso de assédio, não silencie. Apite e denuncie’, destacando a Lei do Apito, de sua autoria. A ação ocorreu no Terminal do Mercado, nesta sexta-feira, 8 de março, no Dia Internacional da Mulher, e teve a participação da vereadora Sheyla Galba, também do partido Cidadania.

Ricardo Marques II

“A mulher merece flores, mas também respeito todos os dias. A ação faz um alerta contra qualquer tipo de violência, principalmente nos ônibus, focando a Lei do Apito. É necessário denunciar para punir os assediadores”, ressalta. Ricardo Marques chegou cedo ao terminal, cumprimentou as mulheres, presenteou com flores, um cartão com informações sobre tipos de assédio, telefones para denúncias e um apito para que as mulheres que, se sentirem importunadas, possam chamar a atenção.

Ricardo Marques III

“Mais de 50% das pessoas que utilizam o transporte coletivo da capital e grande Aracaju são mulheres. São donas de casa, mães de famílias, estudantes, idosas, trabalhadoras e até mulheres com necessidades especiais. Todas precisam do transporte e enfrentam transtornos, além de uma prestação de serviço ruim”, garante. O parlamentar disse ainda que o Dia da Mulher deve ser lembrado todos os dias com ações concretas no dia a dia das mulheres.

Breno Garibalde I

O vereador Breno Garibalde subiu na tribuna da Câmara de Aracaju para levar ao parlamento as demandas da comunidade do Residencial Brisa Mar, na Aruana. No local, os moradores afirmam que estão entregues ao abandono e esquecidos pelo poder público. “É uma comunidade engajada para resolver os problemas. Mas infelizmente, não tem sido ouvida pelo poder público. Lá, o que mais se vê são lagoas sendo aterradas, que estão recebendo dejetos despejados pelos condomínios mais recentes da região.

Breno Garibalde II

Lagoas onde os moradores pescavam, usavam como área de lazer, hoje estão contaminadas. Esgoto está sendo confundido com drenagem, isso precisa ser revisto. Os condomínios novos ligaram seus esgotos na rede antiga, que não suporta e toda vez que chove é um verdadeiro desastre. Peço que a Deso e a Prefeitura de Aracaju estejam mais atentas”, declara Breno.

Breno Garibalde III

Outra queixa recorrente da comunidade do local, é a falta de ônibus. Segundo relatos da população, os usuários do transporte público precisam andar quase um quilômetro para poder pegar um ônibus. “Por lá passa apenas a Linha 504, caindo aos pedaços e não acessa a maior parte das ruas do residencial”, afirma.

Plano Diretor

Breno ressalta que todos esses problemas são resultados da falta de um Plano Diretor revisado. “A população do local está crescendo de forma desenfreada e a infraestrutura está defasada. Se a cidade continuar crescendo desordenadamente, a população é prejudicada em serviços básicos como pavimentação, mobilidade, saúde e educação. A lógica de crescimento da cidade está errada e isso precisa ser revisto”, pontua o vereador.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também