Aracaju, 21 de maio de 2024
Search

Pesquisa IFP revela cenário difícil para o PT em Aracaju em 2024

20

Falta menos de um ano para as eleições municipais e o Instituto França de Pesquisa (IFP) revelou um cenário “desolador”, pelo menos momentaneamente, para o Partido dos Trabalhadores em Aracaju. O resultado chama a atenção considerando que na capital a legenda conta com o apoio de uma militância densa e que se mobiliza, mas após quase 20 anos fora da PMA, e com a volta de Lula (PT) para a presidência da República e a ida de Márcio Macedo para um dos principais Ministérios, se esperava muito mais do PT em Sergipe.

O levantamento realizado pelo Instituto IFP, entre os dias 25 e 27 de outubro, com 850 eleitores da capital, foi divulgado com uma margem de erro de 3,4%, para mais ou para menos, e com um intervalo de confiança de 95%. No cenário espontâneo, onde o eleitor aponta o candidato que vem à sua lembrança na pesquisa, Eliane Aquino (PT) foi a sexta colocada com 2,61% de citações, sendo que ela tem residido mais em BSB, onde ela tem atuado como auxiliar do governo federal. A pré-candidata Candisse Carvalho não foi citada e o senador Rogério teve 0,43%.

Já no levantamento induzido, onde os nomes dos pré-candidatos são apresentados para a avaliação do eleitorado, Eliane Aquino aparece com 6,11%, Márcio Macedo com 1,53% e Candisse Carvalho com 0,99%. Neste cenário geral as petistas ficam distantes da vereadora Emília Corrêa (Patriotas) com 26,29%, da secretária Danielle Garcia (Podemos) com 15,16% e da deputada federal Katarina Feitoza (PSD) com 12,32%; a surpresa neste primeiro levantamento é a deputada Yandra Moura (União) que, em seu primeiro mandato eletivo, já é a quarta colocada com 8,77%.

No demais cenários induzidos montados pela equipe do IFP, em apenas dois deles pré-candidaturas do PT surgem em segundo lugar: em ambos, tanto Eliane Aquino quanto Rogério Carvalho, se posicionam bem atrás de Emília Corrêa e à frente do secretário Luis Roberto (PDT), que tem sido uma espécie de “imposição” do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) para o agrupamento governista, mas que não se sobressai em nenhum cenário pesquisado. A predominância dos projetos femininos já é uma realidade segundo os números do Institutos.

Em síntese, ainda é cedo para “cravar” uma análise precisa sobre o desenho eleitoral do próximo ano, mas os números atuais revelam que o cenário não é muito positivo e fácil para o Partido dos Trabalhadores, que acaba de se reunir e definir que terá candidatura própria no próximo ano. Enquanto Eliane e Márcio aparecem por aqui, apenas esporadicamente, quem o marketing da legenda tem propagado nas redes sociais é o nome de Candisse Carvalho, que conta com o apoio da militância ligada a Rogério. Resta saber se terá o apoio e o empenho das demais correntes…

Avaliação

Antes que os “críticos de plantão” se manifestem, eis a posição: em todos os cenários da pesquisa IFP, a vereadora Emília Corrêa lidera com sobras. Isso é fruto do trabalho que ela desempenha na Câmara Municipal, além do evidente desejo por renovação que parte do eleitorado aracajuano está manifestando. Só não vê quem não quer…

Emília sem grupo

Este colunista vai ser repetitivo, até porque já disse isso pessoalmente para a vereadora Emília Corrêa: para concorrer a um mandato majoritário é preciso da somação de uma série de fatores, além do carisma e aprovação popular. É preciso formar um grupo para fortalecer a candidatura. Hoje talvez este seja o “ponto fraco” de Emilia…

Emília & Eduardo

Falando nela, eis que chega uma nova informação dos bastidores da política: existe um desejo em formatação de que Emília Corrêa possa a ser candidata a prefeita de Aracaju tendo o médico e ex-senador da República, Eduardo Amorim. O assunto não é revelado publicamente, mas já é tema de rumores dentro do PL…

Veja essa!

Como nenhum dos nomes apontados por Edvaldo Nogueira consegue despontar nas pesquisas, chega a ser nítida a movimentação da deputada delegada Katarina (PSD) para tentar conquistar o seu apoio como pré-candidata à prefeita de Aracaju no próximo ano. A “reaproximação” é o comentário das rodas políticas…

E essa!

De olho em 2026, por sua vez, existe uma possibilidade real de Edvaldo Nogueira anunciar como seu pré-candidato a prefeito, Zezinho Sobral (PDT), que é o atual vice-governador e secretário de Estado da Educação. Se confirmando essa possibilidade, Zezinho deixaria a SEED e as especulações giram em torno do deputado federal Thiago de Joaldo.

Se liga!

A montagem das chapas para as eleições municipais do próximo ano passa por possíveis entendimentos: se disputar e for eleita em Aracaju, Katarina Feitoza deixa BSB e Nitinho (PSD) assume um mandato de deputado federal; se Thiago de Joaldo assume a SEED, o Capitão Samuel também seria beneficiado por ser o primeiro suplente e assumiria uma cadeira no Congresso.

Bomba!

Este colunista vai antecipar uma informação aqui que, possivelmente, será tema de muitas análises políticas em 2024. Como neste espaço, vez ou outra o leitor fica sabendo primeiro, eis o fato: a eleição em Aracaju será definida, muito provavelmente, por um “jogo” envolvendo partidos políticos e seus respectivos dirigentes.

Exclusiva!

Este colunista divulgou o levantamento do IFP, que revela a vereadora Emília Corrêa disparada em todos os cenários, mas sem querer desmerecer o Instituto e nem os demais, a amostragem revela uma sinalização do sentimento atual, mas toda eleição é um “jogo” e todo “jogo” tem as suas “regras”. Até o próximo ano as coisas ficarão mais claras e muita gente vai lembrar deste comentário…

Sobre o Pré-Caju I

Até o fechamento desta coluna, superando alguns casos isolados, eis que o Pré-Caju 2023 foi sim um sucesso. De parabéns todos os envolvidos na organização, desde o poder público que deu sua contribuição até a iniciativa privada que hoje contabiliza o saldo positivo da folia fora de época.

Sobre o Pré-Caju II

A cadeia produtiva, que engloba uma série de setores também tem que festejar, desde a hotéis e pousadas, taxistas e motoristas de aplicativos, vendedores ambulantes, bares e restaurantes. Houve uma união de forças que resultou no fortalecimento do turismo sergipano.

Verão Sergipe

Falando nisso é preciso reconhecer também o empenho do governador Fábio Mitidieri em promover e intensificar o Verão Sergipe em 2024. Se tornar um destino atrativo para os turistas de outros Estados é um grande avanço. Recepcionar bem e com segurança quem chega de fora também é algo a se priorizar. E isso também passa por melhorar a oferta de voos partindo de Aracaju ou chegando na capital sergipana.

Turista Goiano

Nos bastidores da folia do Pré-Caju 2023, um turista goiano que veio para o nosso Estado curtir a folia com um grupo de amigos chegou a confidenciar que em poucos eventos do porte de uma prévia carnavalesca percebeu tamanha organização e estrutura como em Sergipe. Chegou a citar estruturas parecidas em grandes centros, mas em alguns aspectos ainda não tinha visto nada parecido.

Fotos nos camarotes

As redes sociais dos políticos sergipanos revelaram uma coisa neste Pré-Caju: todo mundo fazia questão de registrar os momentos na folia, nos blocos, junto ao povo, mas, principalmente, junto aos líderes políticos. No bloco governista, liderado por Fábio Mitidieri e Edvaldo Nogueira em Aracaju, todo mundo queria “aparecer bem na foto”. O Pré-Caju, que colocou “holofotes” no vereador Fabiano Oliveira (PP), sempre trouxe sinalizações políticas para as definições que acontecem nos anos eleitorais.

Parque abandonado I

Este colunista chama a atenção do governo do Estado, mais precisamente da secretaria competente, para o abandono de boa parte do Parque dos Cajueiros. Para uma gestão que tem compromisso com o turismo do nosso Estado e com a qualidade de vida dos aracajuanos, chega a ser lamentável o descaso com aquela área de lazer.

Parque abandonado II

Este colunista recebeu reclamações de populares que, diariamente, se exercitam naquela área e que reclamam da falta de manutenção, dos equipamentos danificados ou que sequer existem mais. Os rumores dão conta que a empresa que venceu a licitação não estava cumprindo com suas obrigações e os serviços teriam sido descontinuados.

Parque abandonado III

Mas quem frequenta o local e paga seus impostos, não tem nada com isso e quer apenas uma área de lazer adequada e funcional. O Parque dos Cajueiros já foi um dos principais destinos do turismo local e hoje está situado em uma área que, em breve, já começará a receber investimentos de grande monta para a infraestrutura de pontes e avenidas.

Péssima impressão

Os denunciantes alegam que o estado em que se encontra o Parque dos Cajueiros, até por sua localização, passa uma péssima impressão para quem frequenta o local para conhecer e, em determinados momentos, gera até um pouco de insegurança para quem tem o hábito de transitar por lá quase que diariamente.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

Leia também