Aracaju, 18 de agosto de 2022

Folha Salarial de janeiro dos celetistas da FHS contará com crédito do Auxílio-alimentação

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Saúde do Estado de Sergipe (Sintasa) se reuniu, nesta sexta-feira, 14, com a gestão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e recebeu a informação que o valor do auxílio-alimentação será creditado na conta dos servidores celetistas dentro da folha salarial, pelo fato de não ter sido finalizada a licitação para a seleção da empresa que administrará o cartão do auxílio-alimentação que será distribuído aos servidores.

Na folha de janeiro, o valor do auxílio-alimentação será creditado somente aos servidores celetistas, mas já está sendo elaborado o termo de compromisso para que todos os trabalhadores (celetistas e estatutários) venham a ter os mesmos direitos, conforme o Acordo Coletivo. Isto, inclusive, já foi compactuado anteriormente entre a gestão e os sindicatos da saúde.

“Nós deixamos claro para a gestão que assim que for resolvida esta questão do termo de compromisso, os servidores estatutários recebam retroativamente o auxílio-alimentação para que não haja nenhuma perda de benefício aos estatutários”, disse Augusto Couto, presidente do Sintasa, que esteve presente com gerente do sindicato, Janderson Alves, e a assessoria jurídica.

Frisa-se que no novo acordo o auxílio-alimentação será iniciado de forma progressiva, com R$ 100,00 (janeiro/2022), R$ 200,00 (março/2022) e R$ 300,00 (a partir de maio de 2022).

Além da questão do auxílio, a diretoria do Sintasa pediu esclarecimento em relação às denúncias de que servidores estatutários, lotados em algumas unidades, não estão recebendo o direito adquirido da folga-prêmio. A resposta obtida foi que a Secretaria de Saúde irá emitir um ofício a todas as superintendências para que conceda este benefício aos estatutários que estiverem enquadrados nos pré-requisitos que atendam o direito da folga-prêmio.

Fonte Sintase

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Leia também